5ª geração chega e a família comemora! Tataravó tem 94 anos

A nova integrante da família foi recebida com muito carinho por todos os familiares; o núcleo é cheio de mulheres

Resumo da Notícia

  • Família celebra a chegada da quinta geração, se aproximando de um novo recorde
  • O núcleo é formado, em sua maioria, por mulheres

A matriarca Joyce Kessell, de 94 anos, está vivendo um momento histórico em sua vida. Ela viveu mais de 9 décadas para ver a chegada da 5ª geração de sua família! De acordo com o veículo britânico The Mirror, a moradora de Cumbria, na Inglaterra, possui cinco filhos, 10 netas, nove bisnetos e uma tataraneta. Já imaginou?

-Publicidade-

A recém-nascida veio ao mundo há apenas oito semanas e já recebe todo o amor possível de seus familiares. A mãe de Tiny Peyton possui 21 anos; sua mãe, Nan Debbie, 52; sua bisavó, Sally Jackson, 71; sua tataravó, enfim, 94.

As cinco gerações da família (Foto: Reprodução/Acervo pessoal)

A árvore genealógica da mais velha, cujo marido já veio a falecer, é composta, em sua maioria, por mulheres. De todos os componentes da família, incluindo filhos, netos e bisnetos, somente cinco são homens. A avó da mais nova do núcleo, Nan, comemorou a chegada da quinta geração: “Eu não sabia que seria assim. Eu só sabia que somos uma família enorme cheia de garotas. Nós somos muito próximos e isso é lindo!”.

Enquanto Joyce diz que é adorável ter cinco gerações de garotas em sua família e que não consegue acreditar que já é tataravó, ela também brinca: “Eu prefiro cachorros do que bebês!”. A sobrinha de Joyce, Alison Draper, contou: “A família está cheia de mulheres com força de vontade, então é absolutamente racional. Todas nós discutimos, mas nos amamos muito. Minha avó é tão obstinada que é inacreditável, minha mãe é Debbie é, Shannon é e Payton definitivamente vai ser como elas”, comentou sobre a personalidade forte das parentes.

Além da presença feminina, Alison também aproveitou para falar sobre os poucos homens da família. “Os meninos são todos ‘avulsos’, é como se fosse uma visita. As mulheres são definitivamente as chefes da nossa família. É assim e sempre será.” Embora raro, cinco gerações vivas da mesma família estão a dois do recorde mundial registrado em 1989, quando nasceu o tataraneto de Augusta Bunge.