6 maneiras de fazer com que seu filho realmente te ouça quando você fala com ele

Você acha que as crianças não prestam a devida atenção quando está falando com elas? Entenda os motivos e veja como fazer com que ela de fato te escute de uma vez por todas

Resumo da Notícia

  • Você acha que seu filho não presta a devida atenção quando está falando com ele?
  • Entenda por que isso acontece
  • Veja 6 maneiras de fazer com que eles realmente te ouçam quando você fala com eles

Você já reparou que os ouvidos biônicos do seu filho captam cada palavra de suas conversas “particulares”, mas quando você realmente precisa que ele te escute, parece que ele desliga a audição? “Entre a escola e o lar, as crianças  geralmente se cansam de prestar atenção e decidem que precisam se desligar”, concorda Doreen Miller, educadora de pais do Institute for Parenting da Adelphi University, em Garden City, Nova York.

-Publicidade-

Mesmo assim, você precisa que seu filho realmente te escute e preste atenção quando está falando algo importante. Essas dicas poderão te ajudar a ligar novamente a audição do seu filho e fazer com que ele realmente entenda a mensagem, evitando aquelas constantes – e irritantes – repetições.

6 maneiras de fazer com que seus filhos realmente te ouçam quando você fala com eles (Foto: Getty Images)

1 – Evite muitas informações de uma vez só

O cérebro do seu filho consegue processar uma quantidade limitada de informações. Dê a ele uma lista completa como “desligue a TV, suba as escadas, troque de roupa, escove os dentes e penteie os cabelos” e pode ter certeza de que uma ou outra tarefa se perderá no caminho. Ser muito vago, no entanto, também não funciona. Se você disser apenas “prepare-se para dormir”, a chance de ela esquecer alguma das etapas que você considera essencial é bem grande.

-Publicidade-

Para conseguir fazer com que a criança realmente te escute e faça tudo que quer que ela faça, Miller aconselha dividir o pedido em duas partes. Comece com algo como “quando o desenho terminar, é hora de desligar a TV e se arrumar para dormir“. Depois que a TV estiver desligada, continue com: “Ok, a próxima etapa é colocar o pijama e escovar os dentes”. Com o tempo, vale questionar a criança sobre os próximos passos, como: “Você já escovou os dentes e colocou o pijama, o que vem agora?”.

2 – Seja direto

Quando você fala sobre o mesmo tópico por muito tempo, seu filho se desconecta automaticamente. Por exemplo, se você disser: “Querida, vamos encontrar seu primo no parque e você vai querer ir na areia. Então você precisa trocar as sandálias antes de sair de casa”, é improvável que ela se troque e coloque os sapatos certos. Em vez disso, seja direto no pedido: “Querida, vista seu tênis agora porque estamos indo para o parque”.

3 – Se comunique de outras formas

Seu filho escutará melhor se você conversar com ele usando outros sentidos além da audição. Uma abordagem visual (olhando nos olhos), combinada com uma abordagem tática (colocar as mãos nos ombros, por exemplo), pode ajudar a criança a se concentrar mais na mensagem que você está querendo passar, segundo Margret Nickels, Ph.D., diretora do Centro de Crianças e Famílias no Instituto Erikson, em Chicago.

4 – Evite repetições

Se você sente que está dizendo as mesmas coisas várias vezes, pare. As crianças podem ficar condicionadas a esperar para fazer algo apenas quando você pedir pela quinta vez. Seu filho estará mais predisposto a fazer o que é pedido a ele se entender que suas ações têm consequências claras. Não repita suas instruções mais de duas vezes e siga as ações disciplinares apropriadas caso elas não sejam cumpridas.

5 – Transforme a escuta em um jogo

Afine as habilidades auditivas do seu filho expondo-o a uma variedade de experiências auditivas. Façam um passeio juntos e ouça sons como pássaros ou insetos, o vento nas árvores e o barulho da grama. Coloque uma música e peça que ele dance e conte o que sentiu ao ouvi-la. Afinal, a audição pode ser divertida também!

6 – Dê toda a sua atenção

Você pode pensar que é capaz de ouvir seu filho enquanto assiste o jornal ou envia mensagens de texto para sua melhor amiga. Mas o que seu filho vê é que a mãe está apenas ouvindo pela metade. E se você não está prestando atenção, por que ele deveria? “Minha pesquisa mostra que crianças percebem quando os adultos não estão totalmente envolvidos em suas conversas”, diz Mary Renck Jalongo, Ph.D., autora de Learning to Listen, Listening to Learn – em português, Aprendendo a ouvir, ouvindo e aprendendo. Obviamente, nem tudo o que seu filho tem a dizer é  interessante. Ainda assim, tente se concentrar em uma forma de comunicação por vez. Isso significa que você pode preparar o jantar enquanto conversa, mas não deve assistir TV, pesquisar algo ou enviar mensagens enquanto a criança tenta contar sobre o dia dela. Preste atenção total nela: faça contato visual, reconheça o que ela está dizendo e faça perguntas. Dr. Jalongo ainda acrescenta: “As crianças se sentem apreciadas e valorizadas quando você dedica um tempo para realmente ouvir, e elas aprendem a retribuir”.

-Publicidade-