6 maneiras de manter o espírito natalino vivo no seu filho mais velho

Com o passar do tempo, as crianças ficam mais velhas e passam a entender que a mágica de algumas datas comemorativas vive mais na imaginação do que na realidade – mas isso não impede que elas curtam o espírito natalino tanto quanto as que ainda acreditam em Papai Noel!

Resumo da Notícia

  • As crianças, em algum momento da infância, param de acreditar em coisas mágicas: Coelho da Páscoa, Fada do Dente e até o Papai Noel entra nessa
  • Mas o Natal por si só tem um encantamento que é dele e existem muitas maneiras de manter o espírito natalino vivo em crianças mais velhas
  • Veja dicas de como fazer isso com seus filhos

As crianças, em algum momento da infância, param de acreditar em coisas mágicas: Coelho da Páscoa, Fada do Dente e até o Papai Noel entra nessa e passa a ser parte do passado do seu filho. Mas o Natal por si só tem um encantamento que é dele e existem muitas maneiras de manter o espírito natalino vivo – até mesmo dentro de crianças mais velhas. Olha só como você pode fazer isso dentro da sua casa:

-Publicidade-
A gente ama o Natal! (Foto: Getty Images)

Incentive crianças mais velhas a espalharem o espírito do Natal para os mais novos 

Seu filho mais velho pode saber que o Papai Noel não existe de verdade, mas isso não significa que ele não possa incentivar crianças mais novas que ele a acreditarem no Bom Velhinho. Vale pedir ajuda para montar as brincadeiras ou colocar pistas pela casa que alguém passou por ali para deixar os presentes embaixo da árvore. 

Hora do papo cabeça 

Agora que seu entende que o Papai Noel faz parte de uma história e constrói o espírito natalino, você pode conversar com ele sobre assuntos que demandam mais atenção e ensiná-lo sobre diferenças crenças religiosas ou espirituais. Vai ser uma aula para ele! 

Ensine sobre generosidade

Mais do que nunca: agora é o momento de incentivar seu filho a participar de serviços comunitários e a ajudar o próximo. Isso vale para o resto do ano (e por todos os anos da vida dele), mas o primeiro passo para criar uma criança e, no futuro, um adulto mais gentil, começa nesse momento. 

(Foto: Getty Images)

Crie uma nova tradição 

Vale o que a sua família preferir: se juntar para cozinhar um prato específico, criar um enfeite de Natal, distribuir cestos de alimentos para pessoas mais necessitadas ou em condição de rua. O importante é manter o espírito natalino. É claro que as novas tradições não anulam as antigas – só se certifique de que elas não irão desrespeitar o momento de isolamento social. Lembre-se: a pandemia ainda não acabou e é preciso tomar todos os cuidados possíveis. 

Faça uma lista de desejos

Vamos aos fatos: ganhar presente é tudo de bom e crianças amam isso, independente da idade! Mesmo que seu filho mais velho já entenda que as cartas para o Papai Noel não são entregues no Polo Norte, colocar os desejos em um papel (assim como as coisas boas que ele fez ao longo do ano para merecer os presentes) é uma maneira muito legal de concretizar vontades. 

Dê o exemplo

Crianças aprendem com os pais – muito mais com as atitudes do que com o que é dito. Por isso, se você quer que seu filho curta o Natal e a mágica que ele tem, aproveite você mesma esse feriado e entre de cabeça para sentir o espírito natalino. Sua família com certeza vai aproveitar muito mais essa data tão especial!