Abaixa a tampa! Coronavírus pode ser transmitido pelo vaso sanitário, defende estudo

A pesquisa realizada por cientistas chineses mostrou um alerta para o problema, que possui uma solução bem simples e explicou como o fator pode acontecer

Resumo da Notícia

  • O estudo foi realizado por estudiosos chineses
  • Eles defendem que o vírus pode ser transmitido pelas nuvens de gotículas
  • Para resolver o problema, eles indicaram uma solução simples
  • Os cientistas fizeram um alerta sobre o caso
Entenda como o estudo foi feito (Foto: Getty Images)

De acordo com um estudo científico publicado na revista Physics Fluids, dar descarga com a tampa do vaso sanitário levantada pode aumentar o risco de contaminação do novo coronavírus. A urina e as fezes de um paciente infectado podem causar uma nuvem de gotículas, que ficam no ar tempo suficiente para que alguém as inale.

-Publicidade-

Apesar de sugerir o problema, a pesquisa ainda não consegue confirmar se o vírus permanece nestas nuvens e se o período em que ficam no ambiente contamina uma pessoa. Ji-Xiang Wang, co-autor do estudo, sugere que a tampa do vaso sanitário seja abaixada antes de se dar a descarga.

“Pode-se prever que a velocidade (de gotículas que sobem) será ainda maior quando um banheiro for usado com frequência, como no caso de um banheiro da família, ou de um banheiro público que serve uma área densamente povoada. A descarga liberará o vírus do vaso sanitário. Os usuários do banheiro precisam fechar a tampa primeiro e depois acionar o processo de descarga”, disse em um comunicado à revista.

-Publicidade-
Apesar do solução parecer simples, os cientistas fizeram um alerta (Foto: Getty Images)

Para realizar a pesquisa, os estudiosos simularam o fluxo de água dos vasos sanitários em um computador, e criaram nuvens que continham gotículas com vírus e bactérias. Para a simulação, dois tipos de banheiros foram exemplificados: o de única saída de liberação da água e o com um fluxo rotativo e duas saídas.

Foi provado a partir dos testes que a segunda opção possui uma maior velocidade de gotículas, sendo 60% delas mais ejetáveis se o assento estiver levantado. Apesar da solução do problema parecer simples, os cientistas recomendam abaixar a tampa para evitar os riscos.

-Publicidade-