Alec Baldwin é processado por família de diretora morta no set de filmagem de ‘Rust’

Halyna Hutchin faleceu no dia 21 de outubro, após o ator norte-americano segurar a arma que efetuou o disparo fatal

Resumo da Notícia

  • Alec Baldwin está sendo processado pela família de Halyna Hutchins
  • O ator estava segurando a arma que matou Halyna Hutchins
  • O acidente aconteceu enquanto eles estavam no set de filmagem do filme "Rust"

Nesta terça-feira, 15 de fevereiro, a família de Halyna Hutchins, diretora de fotografia do filme “Rust” que foi morta no set de filmagem, nos Estados Unidos, entrou com um processo contra o ator Alec Baldwin, responsável por disparar a arma cenográfica que ocasionou a tragédia durante gravação de uma cena.

-Publicidade-

De acordo com os advogados da família em uma coletiva de imprensa realizada em Los Angeles, a imprudência e “os corte de custos promovidos pela equipe de produção levaram à morte trágica e sem sentido de Halyna Hutchin”, que deixou o marido, Matthew Hutchins, e o filho de 9 anos do casal.

Halyna deixou marido e filho após morte no set de “Rust” (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Ele perdeu sua mulher de longa data, que era o amor de sua vida, e seu filho perdeu a mãe”, afirmou Brian Panish, o advogado que representa a família.

Além de Alec Baldwin, que também era produtor do filme, outras sete pessoas também foram processadas, além de alguns membros da equipe que participavam ativamente na obra do velho oeste.

Relembre o caso

Alec Baldwin, ator de 63 anos, disparou uma arma cenográfica no dia 21 de outubro. O acidente acabou causando a morte de Halyna Hutchins, de 42 anos, a diretora de fotografia do filme Rust, que eles estavam gravando na ocasião. Ele utilizou a conta no Instagram para falar pela primeira vez sobre o ocorrido.

Pai de Halyna Hutchins fala pela primeira vez após acidente
Pai de Halyna Hutchins fala pela primeira vez após acidente (Foto: reprodução Instagram)

Foi através de duas postagens feitas no perfil pessoal que o artista se pronunciou sobre o acidente. “Não há palavras para expressar meu choque e a tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega de trabalho, profundamente admirada. Estou colaborando totalmente com a investigação policial”, começou ele na primeira publicação.

Baldwin afirmou ainda que já entrou em contato com o marido da cineasta para esclarecer o trágico ocorrido: “Ofereci meu apoio a toda a sua família. Meu coração está partido pelo marido, filho e por todos que conheciam e amavam a Halyna”, completou.

Além da morte da colega de equipe, o disparo cometido por Alec Baldwin também feriu o diretor do longa, Joel Souza, de 48 anos. Por conta da morte de Halyna Hutchins, o ator apagou uma foto que havia postado, com o figurino ensanguentado do personagem que interpreta no filme.

Depois da tragédia, muitos internautas começaram a relembrar outro caso parecido, que aconteceu há 28 anos atrás, com Brandon Lee, filho de Bruce Lee.

Defesa

Alec Baldwin afirmou que não puxou o gatilho da arma que disparou uma bala e acertou a diretora de diretora de fotografia do filme “Rust”, Halyna Hutchins, no set de filmagem, nos Estados Unidos.

O ator fez essa declaração em sua primeira entrevista após a morte da diretora, ao jornalista George Stephanopoulos, da ABC News. “O gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria a arma para alguém e puxaria o gatilho para ela. Nunca. Alguém colocou uma bala de verdade na arma. Uma bala que nem era para estar ali”, disse Alec Baldwin.

A reportagem completa vai ser exibida nesta quinta-feira, 2 de dezembro, nos Estados Unidos. Confira um trecho da entrevista: