Alerta! Pesquisa mostra que coronavírus pode aparecer primeiro no sistema digestivo das crianças

Cinco casos que aconteceram em Wuhan, na China, voltaram a ser estudados e a partir de sintomas como vômito, diarreia e dores abdominais foi constatado a presença do vírus

Resumo da Notícia

  • Cinco casos voltaram a ser estudados
  • As crianças apresentaram diarreia, vômito, dor abdominal e falta de apetite
  • Os pesquisadores lembraram ainda que o caso de mortalidade na maioria das crianças é considerado baixo
  • Quatro das cinco crianças já apresentavam algum problema de saúde antes de irem ao hospital
Cinco crianças procuraram o hospital em Wuhan (Foto: Getty Images)

Quando o surto de coronavírus teve início em Wuhan, na China, crianças entre dois meses e cinco anos de idade foram aos hospitais apresentando sintomas como: diarreia, vômito, dor abdominal e falta de apetite, sendo considerado como problemas gastrointestinais.

-Publicidade-

Com o alerta do vírus no país, os médicos realizaram tomografias computadorizadas e ficaram surpresos ao ver que mesmo as crianças não apresentando nenhum problema respiratório, a doença já estava nos pulmões.

Das cinco crianças que apresentaram os sintomas, a partir de testes, todas estavam com coronavírus e quatro delas já tinham problemas de saúde quando visitaram o hospital, como apendicite e hemorragias, por exemplo. A partir de um artigo publicado na terça-feira, 12 de maio, na Frontiers in Pediatrics, os casos foram revistos.

-Publicidade-
Os sintomas da tosse podem ser substituídos por vômito ou diarreia, por exemplo (Foto: Getty Images)

No estudo, os pesquisadores lembram que o covid-19 possui um baixo índice de mortalidade em crianças, e afirma que a grande maioria terá apenas sintomas leves da doença. “Estas crianças (cujos casos foram analisados no Frontiers in Pediatrics) foram levadas à emergência por outros problemas, como pedra no rim e lesão na cabeça. Ao dar entrada no hospital ou pouco depois, todas tiveram pneumonia diagnosticada por tomografia, e depois confirmação para covid-19 (por teste molecular)”, explicou Wenbin Li, médico do Departamento de Pediatria do Hospital Tongji, em Wuhan, e líder do estudo.

Apesar das condições pré-existentes nas crianças estudadas, eles não descartaram a possibilidade do coronavírus se manifestar pelo trato digestivo ao invés do respiratório, trazendo sintomas como vômito e diarreia ao invés da tosse.

“Uma vez que a covid-19 em crianças é relativamente oculta ou leve, é fácil perder o diagnóstico (para a doença) no estágio inicial quando não há um quadro respiratório (…) Em áreas epidêmicas, uma infecção por SARS-CoV-2 deve ser suspeitada quando a criança apresentar sintomas no trato digestivo, especialmente se tiver também febre e histórico de exposição”, explica o artigo.

Durante a internação, quatro das cinco crianças tiveram febre, mas os pesquisadores não sabem afirmar até o momento se foi por uma causa pré-existente ou pelo coronavírus.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-