Alison participa das Olímpiadas pela primeira vez sem o pai: “Ele está sempre comigo”

Ganhador do Ouro no Rio-2016 está em busca do título de bi campeão e ficou emocionado ao falar da perda do parceiro das vitorias e derrotas, no programa Conversa com Bial

Resumo da Notícia

  • Alison foi campeão de vôlei de praia e conquistou o ouro nas Olimpíadas do Rio-2016 e está buscando a segunda vitória
  • O jogador ficou emocionado ao falar da perda do pai em 2018, sendo a primeira Olimpíadas sem ele
  • Apesar de não ter a presença do pai, será a primeira Olimpíadas com a presença da filha, Catarina, para lhe dar forças

Alison Cerutti vai participar das Olimpíadas de maneira diferente, pela primeira vez sem a presença do pai, que morreu em 2018. Para o atleta de vôlei de praia, conhecido pelo seu apelido “Mamute” e ouro nos jogos do Rio-2016, o apoio dele era muito importante para fazer sempre o melhor e vai contar com o carinho da filha, Catarina, de quatro meses. O relato emocionante aconteceu durante o programa Conversa com o Bial, nesta quarta-feira, dia 21 de julho, ao lado skatista Letícia Bufoni, com seis títulos no X-Games.

-Publicidade-
Alison é pai da recém-nascida Catarina. (Foto: Reprodução/ Instagram/@alisonmamute)

“Não tem meu pai presente, mas hoje sou um pai. Então as ligações pós jogo não existem mais, mas aquela emoção depois de uma vitória e o consolo depois de uma derrota sempre vem. E eu sei que ele está sempre comigo”, disse o atleta no programa da Rede Globo.

As Olimpíadas de Tóquio começam nesta sexta-feira, dia 23 de julho, com a presença de 11.100 atletas do mundo todo competindo por um lugar no pódio. Alison formou uma nova dupla com Álvaro Filho para competir nos jogos, o ouro conquistado na edição anterior foi com o Bruno Schmidt.

“É diferente. Três anos que perdi meu pai. É um cara que sempre me incentivou muito. Não fazia esportes, mas sempre me incentivou a fazer o melhor sempre. Eu engasgo um pouco. Não vou ter meu pai, mas tenho minha filha. Virei pai, tem quatro meses que a Catarina nasceu. Espero que ela siga o caminho do esporte”, contou Alison.