Amor de pet! Cachorro cuida de 7 filhotes de gato resgatados na rua

Berti agiu como um verdadeiro pai na hora de cuidar dos órfãos que chegaram no abrigo. A tutora do cão ficou surpresa com tanto carinho e preocupação do animal

Resumo da Notícia

  • 7 filhotes de gato foram resgatados por um abrigo no Reino Unido
  • O cachorro Berti cuidou dos filhotes e faz papel de pai substituto
  • A cuidadora dos animais ficou surpresa com a atitude de Berti e se orgulhou do cão

Berti é um cão da raça labrador que surpreendeu a tutora ao fazer um lindo papel de pai e cuidar de 7  filhotes de gato que foram resgatados das ruas. Assim como os órfãos, Berti também havia sido resgatado. Ele foi adotado por Rachel, uma das enfermeiras do Battersea Dogs & Cast Home, que é um abrigo de animais localizado no Reino Unido.

-Publicidade-

Os 7 filhotes foram encontrados com apenas 2 meses de vida à beira de uma estrada, e foram trazidos por adolescentes até a ONG. Quando chegaram ao abrigo, Rachel pensou em levá-los para conhecer o labrador porque ele é muito dócil e podia fazer bem a eles. Ela se ofereceu para levar os órfãos para casa e cuidar deles até que fiquem bem e encontrem um novo lar.

Rachel já sabia que Berti era muito amável, mas ela ficou surpresa ao ver a dedicação e o afeto do cachorro ao cuidar desses filhotes como se fossem dele. A alimentação dos gatos não era a única questão que importava para auxiliar no desenvolvimento deles. Berti supriu aquilo que faltava: o amor de pai!

Cachorro Berti fez papel de pai substituto e cuidou de sete filhotes de gato órfãos (Foto: Reprodução/ Battersea Dogs & Cats Home)

Em entrevista ao portal Metro, Rachel disse: “Estou incrivelmente orgulhosa de Bertie pela maneira como ele cuidou dos gatinhos nas últimas semanas. Com menos de dois anos, ele mesmo mal é um adulto, mas você não pensaria nisso ao ver como ele tem sido incrivelmente paciente e atencioso.” Com essa atitude, a rixa que existe entre cães e gatos sumiu completamente.

Normalmente os filhotes de gato passam oito semanas com a mãe enquanto ela os alimenta e ensina habilidades de sobrevivência. Quem cumpriu esse papel foi Berti, que além dos cuidados com os filhotes, também os divertiu! Rachel relatou: “Esses gatinhos certamente foram difíceis, desde os primeiros dias, quando precisavam de mamadeira 24 horas por dia, até quando descobriram as alegrias da escalada. Bertie não só ajudou os gatinhos a se tornarem confiantes e sociáveis, como também os manteve entretidos.”

Berti cuidou dos gatos como se fossem os próprios filhotes (Foto: Reprodução/ Battersea Dogs & Cats Home)

Ela continuou dizendo: “Criar gatinhos é uma experiência tão maravilhosamente recompensadora, você pode ajudá-los a crescer de pequenos bebês indefesos em personagens únicos prontos para um lar amoroso. Fiquei triste ao vê-los partir, mas posso me consolar em saber que Bertie e eu ajudamos a dar a eles o melhor começo de vida. Suspeito que Bertie também pode ter desfrutado da paz e do sossego depois que seus jovens protegidos se foram.”