Andréia Sadi e André Rizek voltam no tempo e relembram trajetória até o nascimento dos gêmeos

O casal falou sobre o primeiro encontro, que teve a presença de Caetano Veloso e comentaram sobre a gravidez durante a pandemia

Resumo da Notícia

  • Andréia Sadi e André Rizek deram um entrevista para falar do relacionamento dos dois
  • Eles relembraram toda a trajetória
  • Falaram também dos filhos gêmeos

Andréia Sadi e André Rizek, pais dos gêmeos João e Pedro, abriram o jogo sobre a vida de pais casados em uma conversa com o Gshow. Eles relembraram como se conheceram, os problemas que enfrentaram, o casamento. Andréia também falou sobre a grávidez na pandemia e como foi ficar todo esse tempo isolada.

-Publicidade-
Andréia Sadi e André Rizek falaram sobre a vida de casados
Andréia Sadi e André Rizek falaram sobre a vida de casados (Foto: Reprodução / Instagram)

“A gente não briga. Tem discussão no dia a dia. A gente se casou um mês antes da pandemia. Passei a gravidez inteira isolada, então o André virou meu porto seguro, minha rede de apoio, meu namorado, meu amigo… Isso é bom, mas tem o lado negativo que é: ele também virou um saco de pancadas (risos)”, disse Andréia.

Nós, jornalistas, não paramos. Trabalhamos o triplo. Larguei meu apartamento em São Paulo, depois de 9 anos em Brasília, e vim morar na casa do André no Rio. Com a malinha que eu trouxe, passei um ano. Tinha duas, três cores da mesma camisa social”, continuou Sadi.  “Minha casa era de solteiro mesmo, não tinha nem espelho, só de barba. Quando ela queria se arrumar, chamava o elevador (risos)”, completou Rizek.

Hobbies

Quando perguntados sobre o que gostam de fazer no tempo livre, eles responderam: “Quando a gente tem uma hora, que é difícil, assiste a um filme e qual é o que ele quer ver? ‘Monstros S.A.’… É viciado em desenho”, disse Andréia. “Já eu assisto a programas de culinária adoidado. Ela não cozinha, não come doce, mas gosta de ver a reação das pessoas quando são eliminadas (risos)”, contou André.

Primeiro encontro, com Caetano Veloso

Eles também relembraram um pouco do primeiro encontro, que teve a presença ilustre de Caetano Veloso. “Nosso primeiro Réveillon, juntos, nós fomos para Niterói, porque o Gil convidou ela pra ver o show da virada. A gente não postava foto, nada, mas estava no palco. Ela, a maior gata, de decotão… A gente se beijando e curtindo o show, que estavam filmando, e a GloboNews mostrando. A câmera pegava o Gil em primeiro plano e a gente se beijando. No dia seguinte, estava em vários sites. Esse dia foi divertido (risos)”, brincou Rizek.

Os gêmeos

André Rizek com os gêmeos
André Rizek com os gêmeos (Foto: Reprodução / Instagram)

Sobre a chegada dos filhos gêmeos, Pedro e João, eles afirmaram que “a vida ficou mais legal”, após o nascimento deles. Comentaram também sobre como o período de pandemia ajudou os dois. A gente não vai se separar jamais”, frisou ela. Eles finalizaram a entrevista falando sobre a música do casal: “‘Dia Branco’, mas a que ele tocou no violão e eu chorei foi ‘Veja (Margarida)'”.