Família

Anitta virou madastra? Cantora ganha três enteados e nós amamos a novidade!

Ela assumiu o relacionamento com Pedro Scooby, pai de Liz, Bem e Dom

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Anitta está de férias com a família (Foto: reprodução/Instagram)

Anitta resolveu tirar umas férias e levou toda a família para a Indonesia. A cantora, que vem fazendo o maior sucesso no Brasil, deu o que falar ao ser gravada em uma festa com Pedro Scooby, o ex-marido da atriz Luana Piovani. Ninguém conseguiu sossegar até descobrir se os dois estavam vivendo um romance. O casal contou tudo nas redes sociais e sim! eles estão juntos.

Luana Piovani e Pedro Scooby são pais de Liz, Bem e Dom, isso quer dizer que a cantora foi promovida oficialmente a madrasta e nós adoramos! Com certeza ela será ótima e mal podemos esperar para os passeios em família. As famílias têm mudado muito nos últimos anos. Madrasta, padrasto, enteados e meio-irmãos estão cada vez mais presentes. Ainda bem! Essas relações trazem mais felicidade e segurança para a família toda. Uma relação saudável entre as pessoas que estão em torno da criança é essencial!

É realmente importante demonstrar que não haja qualquer tipo de competição na relação entre madrasta e enteado, de acordo com Laís Borges, psicóloga da rede de centros médicos Dr.consulta. “A tarefa de dividir quem se ama não é fácil.  A relação enteado x madrasta é construída lentamente com avanços e recuos, com base no respeito e em direção ao amor. Paciência e persistência estão sempre presentes e aceitar o enteado é, antes de tudo, aceitar o passado do marido”, acrescenta.

A educação também é uma questão importante que precisa ser discutida. “O pai, como responsável pelas crianças, é quem inicialmente dita as regras, limites e estabelece se a companheira tem ou não  liberdade de fazer cobranças, sempre tendo em vista deixar a relação saudável para todos os envolvidos, longe do ciúme e das brigas pelo poder”, explica a psicóloga.

A situação só fica diferente quando a madrasta que mora na mesma casa do enteado e a que recebe a visita dele aos finais de semana. Quando é assim, a madrasta vai ter uma papel mais participativo na educação das crianças, mas esse limite ainda precisa ser muito bem delimitado pelo pai.

“É importante que haja uma relação amistosa. A madrasta possui uma condição especial de poder amar e se divertir com uma criança muito próxima sem ter a responsabilidade final por ela”, completa a especialista.

Leia também:

Esqueça os contos de fada! Ter aquela madrasta parceira é tudo de bom para as crianças 

7 maneiras de se conectar com enteados: para padrastos e madrastas

Carinho merece gratidão! Mãe faz homenagem a madrasta de filha e post viraliza