Anvisa aprova que voluntários recebam 2° dose da vacina contra covid-19

O tempo mínimo entre as duas aplicações é de 4 semanas. Esse reforço induziu uma maior produção de anticorpos nas fases 1 e 2 de testes da vacina

Resumo da Notícia

  • Anvisa autoriza que voluntários recebam a 2° dose da vacina de Oxford contra coronavírus
  • Os voluntários que já receberam a primeira dose deverão tomar o reforço entre 4 a 6 semanas após a primeira aplicação
  • Essa dose de reforço induziu uma maior produção de anticorpos em voluntários das fases 1 e 2 de testes da vacina

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira, 10 de agosto, que os voluntários da vacina de Oxford contra o novo coronavírus recebam a segunda dose, de reforço, da imunização. De acordo com o texto publicado no Diário Oficial da União, os voluntários que já receberam a primeira dose deverão tomar o reforço entre 4 a 6 semanas após a primeira aplicação.

-Publicidade-
Vacina contra o coronavírus testada no Brasil é a mais avançada em pesquisas
(Foto: Getty Images)

A diferença do prazo se deve à necessidade de entrar em contato novamente com o voluntário e mobilizá-lo para receber a segunda dose. Aqueles que ainda não receberam a primeira dose deverão esperar, também, o prazo de no mínimo 4 semanas para receber a segunda.

De acordo com o resultado divulgado pelos cientistas de Oxford ao G1 no dia 20 de julho, essa dose de reforço induziu uma maior produção de anticorpos em voluntários das fases 1 e 2 de testes da vacina. No Brasil, os testes que estão ocorrendo são os de fase 3, a última.

-Publicidade-

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-