Apenas uma coincidência? Bebê nasce com mesma marca de cachorro falecido na família

A mãe percebeu que seu bebê nasceu com a mesma marca que seu cachorro falecido tinha. O sinal ficava na pata esquerda do animal. Já no bebê, a mancha fica no braço esquerdo

Resumo da Notícia

  • Wang, uma mãe de 39 anos que mora na China, se surpreendeu ao ver que seu bebê nasceu com a mesma marca do cachorro que tinha perdido há quase um ano
  • Ela acredita ter engravidado no mesmo dia em que o animal de estimação morreu de várias doenças
  • Ela e o marido sofreram muito com a perda do cachorro e alguns meses depois, estavam esperando pela chegada do primeiro filho

Será que foi coincidência ou destino? Wang, uma mãe de 39 anos que mora na China, descobriu uma marca de nascença em seu filho recém-nascido no mesmo lugar que uma cicatriz em seu falecido cachorro.

-Publicidade-

‘Eu desabei em lágrimas quando fiz a conexão. Eu amava tanto meu cachorro’, disse ela ao MailOnline. Ela acredita ter engravidado no mesmo dia em que o animal de estimação morreu de várias doenças. Reno, da raça Samoieda, de 11 anos, faleceu no dia 18 de dezembro de 2018, após sofrer de insuficiência renal aguda, câncer ósseo e pancreatite.

Ela disse que não tinha pensado muito sobre a mancha no braço esquerdo de seu bebê até recentemente, quando lembrou que seu Samoieda também tinha uma marca na perna dianteira esquerda.

Bebê nasce com mesma mancha de cachorro
O bebê nasceu com a mesma mancha do animal falecido de sua mãe (Foto: Reprodução / Tribuna de Jundiaí / Arquivo pessoal)

Wang disse que ela e o marido ainda estavam de luto pela perda mais de um ano depois. Vários meses antes do cachorro morrer, a mãe e o marido descobriram uma cicatriz na perna dianteira esquerda de Reno.

“Nós o vimos lambendo repetidamente um ponto, então o cabelo caiu ao redor desse ponto. Achamos que poderia ser uma ferida ou ele estava sofrendo de uma doença de pele”, disse ela.

O filho de Wang, chamado Tuan Tuan, nasceu em agosto do ano passado. Logo após o nascimento do bebê, ela notou uma marca de nascença cinza em seu braço esquerdo, que ainda era pálida. “Sua marca de nascença tornou-se cada vez mais óbvia recentemente. Quando um amigo apontou que a cicatriz de Reno também estava na perna esquerda, fiquei chocada”, disse ela.

(Foto: Reprodução/Daily Mail)

Wang e seu parceiro criaram um vínculo profundo com seu animal de estimação depois de criá-lo por quase 12 anos.

A história da família viralizou e reuniu dezenas de milhares de comentários no Weibo, o equivalente chinês ao Twitter. Uma pessoa escreveu: ‘[Reno] nunca foi embora.’ Outro leitor disse: ‘[Seu cachorro] voltou para acompanhá-lo novamente.’ Uma terceira pessoa comentou: ‘Eu acredito em reencarnação.’

Wang disse ao MailOnline que ela mesma não acreditava em reencarnação. Ela disse que, na realidade, acreditava que a posição da marca de nascença de seu filho era apenas uma coincidência.