Após falecimento do pai, noiva se casa usando o óculos que o familiar deixou

Às vésperas do casamento, a Karine Gomes de Souza, noiva de Maurício Fernandes, perdeu o pai e a avó. Para prestar uma homenagem aos familiares, ela fez uma decoração especial dentro da cerimônia. Além de ter usado o óculos de grau do patriarca

Resumo da Notícia

  • Após falecimento do pai, uma noiva se casou usando o óculos que o familiar deixou
  • A Karine Gomes de Souza, noiva de Maurício Fernandes, perdeu o pai e a avó meses antes da cerimônia de casamento
  • Para homenagear os familiares, ela fez uma decoração especial no local da celebração

O dia 22 de abril foi marcado por um grande evento na vida de Karine Gomes de Souza, jovem de 24 anos. Nessa data, ela celebrou o casamento ao lado no companheiro, o Maurício Fernandes, de 26 anos. Segundo informações do portal jornalístico Campo Grande News, duas pessoas especiais para os jovens não conseguiram participar da tão sonhada cerimônia. Sendo um desses indivíduos, o Natanael, pai de Karine, que faleceu em decorrência da covid-19 – em 2 de junho do ano passado.

-Publicidade-

Após Karine ser impactada pela morte do pai, ele teve que lidar com a morte da avó paterna, a Sebastiana – também por conta da mesma doença. Na época, os noivos estavam planejando em casar em outubro de 2021, no entanto, por conta da situação, eles resolveram cancelar a cerimônia. “Adiei porque não tinha condição nenhuma de fazer casamento, pensei em adiar a festa também, porque não tinha cabimento eu fazer sem eles. Eles estavam muito animados, reunir familiares para eles era tudo”, disse ela ao portal.

A Karine perdeu os familiares meses antes do casamento
A Karine perdeu os familiares meses antes do casamento (Foto: Reprodução / Campos Grande News)

A fim de prestar uma homenagem ao familiar e ter uma parte dele no dia do casamento, a Karine usou o óculos de grau que o pai usou durante a vida dele. Meses antes do pai ser diagnosticado com o vírus, ela teve uma conversa com o familiar sobre o casamento que se aproximava. “Nesse dia meu pai chegou do nada e falou: ‘Acho melhor você fazer uma armação delicada para o dia do casamento, porque você fica muito bonita de óculos’. Fiquei muito pensativa, porque a forma como meu pai falou parecia que ele não estaria mais aqui. Isso foi muito marcante para mim”, relembrou.

Três meses após o falecimento do pai e da avós, a Karine decidiu retomar os planejamentos do casamento, idealizando uma homenagem ao patriarca. Porém, ela não sabia se o óculos iria combinar com ela e com a cerimônia. Sendo assim, procurou o a orientação do cabedeleiro Cris Dias. “Ele super me aconselhou, porque algumas pessoas falavam que não ia ficar legal o óculos. A gente fez o teste e foi minha certeza, porque ficou muito lindo e especial para mim, não sei nem explicar”, falou.

A Karine adiou o casamento por conta da perda dos familiares
A Karine adiou o casamento por conta da perda dos familiares (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

Em complemento, ela falou sobre a tão esperada data: “Entrei com um balão escrito pai até metade do caminho, aí soltei o balão. Meu irmão e minha mãe vieram me encontrar e me levar ao alta”, disse. De maneira simbólica, a Karine reservou duas cadeiras na primeira fileira de convidados, onde colocou uma foto da avó e do pai na colação de grau.

Homenagem feita ao pai e à avó
Homenagem feita ao pai e à avó (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

“Eu queria muito uma confirmação de Deus que eles estariam ali e eu senti muito a presença deles. Quando cheguei no altar, o celebrante falou assim: ‘Na hora que cheguei aqui, senti uma presença muito grande, não tinha como não se emocionar’. Essa foi a confirmação que eu precisava”, finalizou.