Aposentado transforma pontos de ônibus da cidade em “salas de estar”

Ele começou mudando o mais próximo da sua casa e logo quis ampliar o projeto

Resumo da Notícia

  • Aposentado transforma pontos de ônibus da cidade em "salas de estar"
  • Ele começou mudando o mais próximo da sua casa e logo quis ampliar o projeto
  • Cada desenho é único e contém uma forma de homenagear a cidade

O ponto de ônibus é um lugar onde muitas pessoas passam boa parte do seu tempo antes e depois do trabalho. Então porque não transformar esse local em um espaço com uma cara mais confortável?  João Batista Nicolau não só pensou nisso, mas como deu um jeito de modificar os pontos de ônibus da Comunidade de Ribeirão de Imaruí, em Santa Catarina.

-Publicidade-

Com a ajuda da prefeitura, o aposentado de 60 anos transformou os pontos em verdadeiras  “salas de estar”. Ele começou as mudanças no ponto mais próximo da casa onde mora e, a partir daí, passou a espalhar as obras pela comunidade toda.

Aposentado transforma pontos de ônibus da cidade em "salas de estar"
Aposentado transforma pontos de ônibus da cidade em “salas de estar” (Fotos: reprodução OCP / João Batista Nicolau Fernandes / Arquivo Pessoal)

O catarinense contou ao portal OCP que nunca havia pintado nada até então, somente a casa da família. Ainda assim, decidiu apostar na iniciativa, que não é remunerada e conta apenas com uma ajuda de custo da prefeitura. “As pessoas vêm e te agradecem. Tu ser reconhecido por um trabalho feito para a comunidade não tem preço que pague. De uma hora para outra a gente virou artista”, contou.

Cada uma das obras contém uma homenagem à cidade (Fotos: reprodução OCP / João Batista Nicolau Fernandes / Arquivo Pessoal)

Os desenhos são todos pensados com muito carinho e buscam homenagear a cidade de alguma forma, seja por meio de elementos que contam na imagem ou até mesmo as paisagens que aparecem nas “janelas”. Cada um tem sua característica única e transformam o ambiente. “Como os pontos estavam todos abandonados, deu um outro visual. A ideia é, mudar a visão e trazer uma sensação de alegria e aconchego aos moradores”, contou.