Atleta olímpica morre após naufrágio de embarcação; sua irmã gêmea sobreviveu

A Eya Guezguez era velejadora profissional e disputou os jogos olímpicos de Tóquio 2020

Resumo da Notícia

  • A Eya Guezguez faleceu neste domingo após naufrágio de embarcação
  • Ela e sua irmã gêmea disputaram os jogos olímpicos de 2020
  • A Sarra Guezguez, sua irmã gêmea, sobreviveu

Durante este domingo, 10 de abril, a velejadora olímpica tunisiana, Eya Guezguez, morreu tragicamente enquanto treinava no mar. Ela estava acompanhada de sua irmã gêmea, a Sarra Guezguez. A duas foram atingidas por ventos fortes, em seguida, a embarcação naufragou e Eya não resistiu.

-Publicidade-

A adolescente de 17 anos era a atleta feminina mais jovem à ingressar nas Olímpiadas de Tóquio 2020. Ela competia ao lado de sua irmã, Sarra Guezguez.

Quem relatou da morte da jovem atleta foi o jornalista tunisiano, Souhail Khmira, por meio de uma publicação no Twitter.

A Eya foi a velejadora profissional mais jovem do mundo a participar dos jogos olímpicos de Tóquio (Foto: Reprodução/Metrópoles)

“Eya Guezguez, 16, windsurfista olímpica da Tunísia, faleceu hoje após um acidente no treino. Eya, junto com sua irmã gêmea, Sarra, foram as atletas femininas mais jovens nas Olimpíadas de #Tóquio2020. Que ela descanse em paz”, contou

Juntas, as irmãs eram atletas promissoras. Ambas terminaram em 21º lugar no evento 49er FX, no entanto, tinham muita energia e vontade de melhorar o desempenho que tiveram em sua estreia.