Avô abraça netos pela primeira vez em 8 anos após sofrer AVC: “Não consegui conter as lágrimas”

O momento foi gravado e compartilhado pela neta dele nas redes sociais e logo viralizou

Resumo da Notícia

  • Avô abraça netos pela primeira vez em 8 anos após sofrer AVC
  • O momento foi gravado e compartilhado pela neta dele nas redes sociais e logo viralizou
  • Ele conseguiu abraçar as netas graças à ajuda de um acessório criado especialmente para isso

Não é fácil lidar com a saudade, mas alguns momentos fazem tudo valer a pena! Esse foi o caso de Kevin Eubanks. Um vídeo que viralizou nas redes sociais recentemente mostra o momento em que ele abraça os dois netos pela primeira vez depois de 8 anos.

-Publicidade-

O vídeo, que comoveu muitos internautas, foi compartilhado por Emily Sisco, filha de Kevin, professora-adjunta de terapia ocupacional da Universidade Arkansas State. Nas imagens, o avô aparece abraçando as duas netas, filhas de Emily: Cope e Rigney.

Avô abraça netos pela primeira vez em 8 anos após sofrer AVC
Avô abraça netos pela primeira vez em 8 anos após sofrer AVC (Fotos: reprodução Facebook)

Kevin ficou impossibilitado de abraçar as garotas devido a um AVC que sofreu em 2014. A doença fez com que o braço esquerdo dele ficasse severamente prejudicado. Em fevereiro deste ano, no entanto, ele conseguiu receber a ajuda de um acessório criado especialmente para isso, que o tornou capaz de abraçar as netas novamente.

Em entrevista ao jornal Good Morning America, ele contou que o momento foi muito especial e que ele não imaginava conseguir abraçar as netas dessa forma novamente depois de tanto tempo. . “Isso me pegou de surpresa e, como você pode imaginar, foi incrivelmente emocionante para mim, especialmente porque cresci numa família que adorava dar abraços, bem apertados, com os dois braços. E eu não conseguia fazer isso desde o meu derrame”, contou.

Vídeo de avô abraçando netos pela primeira vez após 8 anos viraliza nas redes
Vídeo de avô abraçando netos pela primeira vez após 8 anos viraliza nas redes (Foto: reprodução Facebook)

“Eu fui abraçar meu segundo neto, Rigney, que nasceu depois do meu AVC. A noção de que eu estava o abraçando pela primeira vez, com os dois braços, me comoveu muito. E eu não consegui conter as lágrimas, apenas chorei, chorei e chorei”, confessou ele, que agora vai aproveitar toda a oportunidade que tiver para abraçar novamente a família.