Avó de 91 anos faz tatuagem pela 1ª vez para cumprir promessa com o neto

A idosa Líbia Guerreiro, de 91 anos, prometeu fazer a primeira tatuagem caso o neto conseguisse ser aprovado no curso de medicina

Resumo da Notícia

  • A avó prometeu fazer a 1ª tatuagem caso o neto entrasse no curso dos sonho
  • A senhora escolheu a imagem de uma santa para tatuar
  • O neto se surpreendeu com a coragem da avó

Nunca é tarde para fazer algo pela primeira vez, não é mesmo? E a dona Líbia Guerreiro, senhora de 91 anos, demostrou muito bem isso. A Líbia prometeu fazer uma tatuagem, caso o neto fosse aprovado na tão sonhada vaga para o curso de medicina. Com a notícia da aprovação do rapaz no vestibular, a promessa foi cumprida. A avó realizou a 1ª tatuagem nesta terça-feira, 15 de março, em um estúdio de Goiânia.

-Publicidade-

A idosa homenageou algo que representasse a sua fé, sobretudo, a forma pela qual a religião age em sua vida. Líbia decidiu então, tatuar a imagem da Nossa Senhora Aparecida no antebraço, visto que, ela é devota da santa desde criança. “Eu falei para ele que ele tinha que estudar muito, fazer a parte dele, que a santa garantia a tranquilidade para ele fazer a prova. Assim foi”, disse a avó, em entrevista ao G1.

E não se engane, pois as agulhas da máquina de tatuar passaram despercebidas pela avó. Era tanta felicidade e emoção, que a idosa mal sentiu as dores da realização da arte. “Eu gostei muito da tatuagem. Não doeu e eu fiquei muito satisfeita. […] Vou morrer com ela”, disse brincando.

Idosa de 91 faz primeira tatuagem após neto passar no vestibular de medicina (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Idosa de 91 faz primeira tatuagem após neto passar no vestibular de medicina (Foto: Reprodução/DaLua)

Em relato, o tatuador da Líbia, o Luã Luis Evangelista Queiroz, disse que a sua cliente teve uma coragem de se impressionar e que não reclamou das dores do desenho. “Nós iríamos fazer só os traços, a princípio, mas ela fez questão de colorir a pele negra da santa, para que desse para ver quem era [Nossa Senhora Aparecida]”, disse o profissional.

O Pedro Guerreiro, neto que foi aprovado no curso de medicina na cidade de Ribeirão Preto, no interior do estado de São Paulo – disse que só soube da realização da tatuagem da avó, por conta da sua mãe a Márcia. Que, por sinal, é a filha mais velha da idosa.

Líbia, idosa de 91, fazendo a primeira tatuagem (Foto: Reprodução/Instagram/ @daniguerreiro)
Líbia, idosa de 91, fazendo a primeira tatuagem (Foto: Reprodução/Instagram/@daniguerreiro)

“Eu estava num dia inteiro de provas e recebi a mensagem da minha mãe com a foto da tatuagem. Eu achei que ela não ia fazer!. Não tenho palavras para descrever. É uma sensação fantástica ver ela fazer essa homenagem em uma idade tão significativa, de uma geração tão diferente”, contou o mais novo calouro do pedaço.