Avó de 98 anos volta à escola para dar exemplo aos bisnetos: “Gostaria de me tornar médica”

A idosa contou que recebeu todo o apoio da família quando disse que queria voltar às salas de aula

Resumo da Notícia

  • Avó de 98 anos volta à escola para dar exemplo aos bisnetos
  • Ela contou que recebeu todo o apoio da família na decisão
  • Priscilla não pretende parar por aí e já tem planos para o futuro

Nunca é tarde demais para realizar um sonho e essa bisavó é a prova viva disso! Priscilla Sitienei, que completa 99 anos na sexta-feira, 11 de fevereiro, voltou a estudar em uma escola em Rift Valley, na zona rural do Quênia. Junto com os colegas, que são 8 décadas mais novos que ela, a avó faz questão de anotar tudo e ser uma aluna dedicada.

-Publicidade-

A inspiração para tudo isso? Sua família! Em entrevista a Reuters, Priscilla contou que quis voltar à escola para se tornar uma inspiração aos bisnetos e que os filhos apoiaram bastante a decisão. Agora, ela já está dando um passo além e pensando no futuro: se depender dela, vem muito estudo pela frente! “Gostaria de me tornar médica, porque eu costumava ser parteira”, contou ela, à agência de notícias.

Ela voltou para os estudos aos 50 anos
Ela voltou para os estudos aos 98 anos (Foto: Getty Images)

O sonho de Priscilla de voltar às aulas também se tornou possível graças a uma ajuda do governo Queniano. Isso porque, em 2003, o governo de lá começou a subsidiar o custo do ensino primário. Isso fez com que se tornasse possível que alguns membros mais velhos da sociedade que perderam a oportunidade de receber educação durante a juventude voltassem à escola.

Avó de 98 anos volta à escola para dar exemplo aos bisnetos: "Gostaria de me tornar médica"
Avó de 98 anos volta à escola para dar exemplo aos bisnetos: “Gostaria de me tornar médica” (Foto: reprodução IstoÉ)

A ação fez com que vários idosos como Priscilla voltassem às aulas. A mulher contou que o impulso que recebeu para recomeçar veio  quando a bisneta abandonou a escola após engravidar. “Perguntei brincando se ela tinha algum saldo de mensalidade na escola e ela disse que sim, então disse a ela que usaria para começar a escola”. Ela contou que queria que a bisneta voltasse a estudar, mas como ela recusou fazer isso no momento, decidiu aproveitar a oportunidade.