Avó e neto com problema de audição comemoram cirurgia tocando piano juntos

Aos 68 anos, a vida de Elizabeth teve uma grande mudança. Com a chegada de Silas, seu neto, ela recebeu diagnóstico de problema de saúde que havia enfrentado durante a vida toda

Resumo da Notícia

  • Aos 68 anos, a vida de Elizabeth deu um giro de 180º. Isso por causa da chegada de Silas, seu neto
  • No entanto, a mudança não foi apenas na família, mas também na saúde da idosa
  • Tendo em vista que ela enfrentou problemas auditivos durante toda a infância e vida adulta sem entender bem o motivo

Aos 68 anos, a vida de Elizabeth deu um giro de 180º. Isso por causa da chegada de Silas, seu neto. No entanto, a mudança não foi apenas na família, mas também na saúde da idosa. Tendo em vista que ela enfrentou problemas auditivos durante toda a infância e vida adulta sem entender bem o motivo.

-Publicidade-

E a descoberta só aconteceu por causa do menino. A mãe da criança, Felicia Aquilo, descobriu que ele, assim como Elizabeth, havia nascido com problemas auditivos. Após ficar em choque por um pequeno tempo, estava na hora de descobrir o que fazer para trazer uma maior qualidade de vida para o pequeno.

Dessa forma, Felicia levou Silas para vários especialistas até finalmente descobrir que o menino tinha uma mutação genética chamada, em inglês, de Connexin 26. Apesar de não ter cura, uma cirurgia para implantes auditivos poderia fazer com que ele escutasse parcialmente.

Avó e neto com problemas de audição tocam piano juntos após cirurgia (Foto: Getty Images)

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

Com pouco mais de 1 ano, o garoto fez a cirurgia e, o dia em que o acessório foi acionado pela primeira vez, 5 de fevereiro de 2019, foi tratado por Felicia como “o dia em que ele ouviu a voz do pai e da mãe pela primeira vez”. Com tudo isso, a avó, depois de ver a batalha do neto, decidiu procurar um médico para realizar os mesmos exames que Silas fez. Como era de se imaginar, Elizabeth, aos 68 anos, descobriu que possuía a mesma mutação que a criança.

Dessa forma, ela passou pela mesma cirurgia do menino e agora ouve como nunca antes ouviu. Além de toda a ligação entre a avó e o neto, Elizabeth e Silas dividem uma mutação genética única, que apenas os dois podem entender. Agora que ambos estão com implantes auditivos, uma das atividades mais gostosas para se fazer entre avó e neto é tocar piano. Eles se divertem muito e desfrutam de algo que parecia ser impossível três anos antes. Veja o vídeo clicando aqui.