Banco de leite materno recusa doação de mãe que perdeu bebê meia hora depois do parto

Os funcionários alegaram que apenas mulheres que estão amamentando, ou seja, com bebês vivos podem fazer a doação

Resumo da Notícia

  • Natália Mudium deu à luz a menina Elis, que morreu meia hora após o nascimento
  • A bióloga, que vive em Uberlândia, tentou doar seu leite mas a doação foi recusada
A bióloga perdeu a filha meia hora após o nascimento (Foto: reprodução / Instagram)

No dia 16 de janeiro Natália Mudium deu à luz a menina Elis, que morreu meia hora após o nascimento. A bióloga, que vive em Uberlândia, tentou doar seu leite mas a doação foi recusada.

-Publicidade-

Segundo os funcionários que trabalham no banco de leite materno afirmaram que apenas mulheres com bebês vivos poderiam doar o leite. Foi então que ela travou uma luta para conseguir ajudar outras crianças.

Ela achou uma publicação na internet afirmando que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não proibia este tipo de doação.

-Publicidade-

Desde que começou a doar o leite, a bióloga já ordenhou mais de 5 litros de leite. Vale ressaltar que cada litro alimenta mais de dez recém-nascidos. A doação é fundamental para ajudar outros bebês.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

 

-Publicidade-