Bárbara Evans vai às lágrimas ao falar sobre nova etapa do processo de fertilização

A atriz e modelo usou as redes sociais para compartilhar um vídeo sobre a fase que está atualmente do processo para engravidar

Resumo da Notícia

  • Bárbara Evans vai às lágrimas ao falar sobre nova etapa do processo de fertilização
  • Ela fez um vídeo contando sobre a etapa em que está e não conseguiu conter a emoção
  • Ela está passando por um processo de fertilização in vitro
  • Com frequência, a atriz e modelo usa as redes sociais para atualizar para falar sobre o procedimento

Bárbara Evans usou as redes sociais nesta terça-feira, 6 de julho, para contar sobre mais um capítulo do processo de fertilização in vitro que está fazendo. Ela tem compartilhado os procedimentos com certa frequência nas redes sociais, para mostrar aos internautas um pouco dessa nova rotina. Dessa vez, a atriz e modelo não conseguiu conter as lágrimas ao falar da próxima etapa:  os embriões passarem por uma biópsia cancerígena.

-Publicidade-

Bárbara já teve câncer de pele, aos 22 anos, e se mostrou um tanto quanto preocupada com o possível resultado. Ela chegou a dizer que descobrir o gene cancerígeno nos embriões seria “mais difícil” do que não conseguir engravidar mais pra frente.

Bárbara Evans fala sobre nova etapa do processo de fertilização (Foto: reprodução / Instagram @barbaraevans22)

“Acho que pra mim vai ser muito mais difícil passar pela biópsia cancerígena porque a gente vai ter que descartar vários embriões. Vamos pensar positivo, temos oito até agora, vamos supor que os oito deram bons, não tem gene cancerígeno. Mas imagina se tiver, se seis tiverem. É uma coisa assim, muito complexa porque se, Deus me livre, todos tiverem o gene, eu vou ter começar o tratamento todo de novo desde o início. Então acho que isso vai ser mais difícil pra mim do que na hora de colocar o embrião dentro de mim e ver se fiquei grávida ou não para tentar mais uma vez. Vocês me relatam que é muito difícil quando você tenta e não consegue, mas pra mim acho que o mais difícil é essa parte de aceitar… imagina se só sobram dois e aí corre o risco de não conseguir engravidar e só tem um embrião. Tem muitos motivos para ter que começar do zero de novo”, começou ela contando, no vídeo.

“Acho que vou, se eu não conseguir engravidar de primeira, aceitar numa boa e vamos embora pra outra, nisso sou muito forte. Mas esse negócio da biópsia mexe com o meu coração, é muito difícil. Eu estou chorando sem saber, só estou supondo, mas sempre com pensamento positivo e se Deus quiser vai dar certo esses embriõenzinhos, vai sobrar bastante”, continuou, no relato.

Bárbara não conseguiu conter às lágrimas ao falar sobre o assunto. “Só quis desabafar que hoje estou chorona. Espero que a minha história esteja sendo exemplo para muitas mulheres tomarem coragem e quem esteja passando por isso superar. É muito difícil, a gente fica estressada, mas tudo vai dar certo”, pontuou.

Bárbara Evans vai às lágrimas ao falar sobre etapa no processo de fertilização (Foto: reprodução Instagram)

Mudanças psicológicas vindas com o tratamento

Recentemente ela foi até o Instagram para falar um pouco sobre as mudanças psicológicas que sentiu desde que começou o processo. “Quero contar o que eu e o Gustavo estamos passando. Semana passada eu comecei o tratamento de inseminação, FIV, por vários problemas que nós temos, tanto eu como o Gustavo, então é necessário esse tratamento. Decidimos que vamos coletar o máximo de embriões bons pra poder congelar e depois fazer o processo da inseminação“, começou.

“Esse final de semana foi muito difícil, porque o tratamento mexe muito com a gente, com a nossa cabeça, nosso corpo, por conta dos hormônios, mas tudo bem, vou superar. É porque é a primeira semana e não sei muito bem como funciona”, desabafou a ex-Fazenda.

“Estou tentando me adaptar, preciso me aceitar e ficar feliz porque essa é a realização do nosso maior sonho, que é sermos pais. É um processo delicado, que nem sempre dá certo, mas se Deus quiser vai dar, e em breve vamos trazer essa boa notícia pra vocês. Farei de tudo para isso acontecer“, completou.

Sobre o ganho de peso pelos hormônios ela disse: “Sempre fui muito magrinha, e esse tratamento incha bastante e eu, provavelmente, vou fazer de quatro a cinco meses de tratamento até a gente colher os embriões saudáveis, a gente quer congelar uns três, quatro”.