Bayer fecha parceria com CureVac para produção de vacina contra Covid-19

O imunizante de RNA mensageiro da empresa alemã está na última fase de testes e pode chegar ao mercado europeu ainda este ano

Resumo da Notícia

  • Bayer anuncia parceria com alemã CureVac para a produção de uma vacina contra a Covid-19
  • O acordo foi feito inicialmente apenas no continente europeu
  • A vacina não tem previsão para chegar ao Brasil

Na tarde desta quarta-feira, 27 de janeiro, a Pais&Filhos participou do encontro virtual One Bayer, promovido pela farmacêutica para celebrar os 125 anos no Brasil. Durante os vários temas discutidos, um deles foi a colaboração da Bayer com o laboratório alemão CureVac para a produção de uma vacina contra a Covid-19, parceria recém-anunciada, feita no começo do mês.

-Publicidade-

O acordo, feito inicialmente apenas no continente europeu, não tem previsão para chegar ao Brasil. “Nós falamos sobre isso quase que diariamente e buscamos alternativas para ampliar e trazer a vacina para a América Latina, mas para chegar aqui depende de muitos fatores, como o fluxo regulatório de cada país”, explicou Adib Jacob, presidente da divisão farmacêutica da Bayer no Brasil e América Latina.

A vacina não tem previsão para chegar ao Brasil (Foto: Getty Images)

A parceria visa, principalmente, usar o alcance da Bayer à favor da vacina. “Nosso diferencial é a nossa envergadura, a presença global da empresa e como podemos ampliar o alcance”, o executivo disse durante o evento, que também contou com a presença de Marc Reichardt, presidente da Bayer no Brasil, Malu Nachreiner, presidente da divisão Crop Science da Bayer no Brasil, e Sydney Rebello, presidente da divisão consumer health da Bayer no Brasil.

-Publicidade-

A vacina CureVac

O imunizante está na fase final de testes clínicos e é uma vacina de RNA mensageiro, que pode chegar ainda este ano ao mercado – e segundo Adib, pode ser que esteja pronta para comercializar no segundo trimestre de 2021, mas apenas na Europa à princípio. A comissão europeia já assinou contrato com a empresa para a compra de 405 milhões de doses.

Vacina contra o coronavírus (Foto: Getty Images)

“A Bayer trará sua experiência e sua infraestrutura estabelecida em áreas como operações clínicas, questões regulatórias, farmacovigilância, informação médica, desempenho da cadeia de abastecimento”, diz o comunicado de divulgação da parceria, segundo a AFP.

A vacina do CureVac deve ser mantida em uma temperatura de 2ºC a 8°C, o que é similar à temperatura de geladeira, e pode permanecer estável por até três meses neste estado, de acordo com a empresa.

-Publicidade-