BBB 22: Mãe de Tiago Abravanel nega briga entre família e defende comportamento do filho no programa

Cíntia Abravanel esclareceu algumas especulações no perfil do Instagram, ela comentou sobre o peso que o filho carrega por causa do sobrenome famoso

Resumo da Notícia

  • Cíntia Abravanel esclareceu algumas especulações no Instagram
  • A mãe de Tiago negou que houvesse qualquer tipo de briga na família
  • Cíntia também defendeu o filho após a saída de Naiara Azevedo

Cíntia Abravanel esclareceu algumas especulações no perfil do Instagram, a mãe de Tiago negou que houvesse qualquer tipo de desavença na família no momento, e também defendeu o comportamento do filho após a saída de Naiara Azevedo. Tiago sentou no gramado do programa após a saída da amiga e chorou muito.

-Publicidade-

“Andam dizendo muitas coisas em relação à minha família, e é fake news. Não existe uma discórdia entre meu pai, eu, Tiago e minhas irmãs. Muito pelo contrário. Estamos todas conversando sobre Big Brother no grupo da família”, garantiu Cintia. A diretora ainda rebateu as críticas sobre o sofrimento do filho com a saída de Naiara Azevedo do programa.

Tiago Abravanel, mãe e irmãs
Tiago Abravanel, mãe e irmãs (Foto: Reprodução / Instagram / @cintiaabrava)

“Tá muito divertido ver o que esse nome, Abravanel, pode causar de mídia para os outros. Tiago é extremamente sensível. Imagina o peso que esse menino tem de carregar esse nome desde que nasceu, o quanto a gente é cobrado pela família margarina que ele citou. Todo mundo idealiza e quer casar com o príncipe encantado, que não existe. Para de perturbar, deixa o menino chorar. Ninguém está lá, ninguém sabe o que ele está passando, a emoção que ele está sentindo e como é ver três amigos no paredão. O que está acontecendo com o mundo, que reclama que uma pessoa é boa?”, complementou.

Lembrando que Tiago desabafou dentro do programa sobre a relação com o avô, Silvio Santos: “É até difícil chamar de ‘vô’. Será que a relação se estabeleceu pelo profissional ou pelo Tiago? Então, assim, já sentei não pra conversar isso. Depois de adulto, sentei acho que umas duas vezes pra realmente dizer pra ele assim: ‘vô, é até difícil te chamar de vô, porque a referência de vô que tenho é o pai do meu pai. Quero dizer pro senhor que estou aqui, que gostaria de ter a liberdade de ligar e falar: posso ir aí ter dar um abraço?'”, contou Tiago.