BBB21: mãe de um menino, Karol Conka é a primeira participante confirmada na casa

A cantora é mãe de Jorge Conka, de 14 anos e fará parte do Camarote. A confirmação aconteceu nesta terça-feira, 19 de janeiro

Resumo da Notícia

  • BBB21: mãe de um menino, Karol Conka é a primeira participante confirmada na casa
  • A famosa é mãe de Jorge, de 14 anos
  • Ela fará parte do Camarote

O BBB-21 já está chegando e a TV Globo já começou a anunciar os participantes dessa próxima edição. Assim como no ano passado, a emissora pretende trazer alguns famosos para a casa. Nesta terça-feira, 19 de janeiro, a Globo anunciou a primeira presença no reality: a cantora Karol Conka. A cantora é mãe de Jorge Conka, de 14 anos.

-Publicidade-
Ela é mãe de Jorge (Foto: reprodução TV Globo)

A famosa já marcou presença algumas vezes em programas da emissora, muitas delas falando sobre o filho. No programa do Altas Horas que foi ao ar no Dia das Mães do ano passado, inclusive, a cantora marcou presença, falando um pouco sobre a criação que dá para o garoto.

Na entrevista, ela falou um pouco sobre a relação dela com o feminismo e como aborda esse assunto com o filho. “A maneira como trato o feminismo com o meu filho, é sempre fazendo com que ele tenha empatia, que se coloque no lugar da outra pessoa e entenda que aquela é uma situação pela qual a mulher não precisa passar. Ele é muito maravilhoso, entende muito bem isso. Acredito que ele será um ser humano incrível”, contou ela na época.

Enxoval do bebê

Está preparando o enxoval ou a lista para o seu chá de bebê? Olha só essa novidade: você pode criar sua lista personalizada com produtos na Amazon, que pode ser compartilhada com amigos e familiares em várias plataformas. Além disso, você também pode ganhar 10% de desconto na compra na maioria dos itens! Saiba mais sobre a ferramenta e veja produtos para o enxoval do bebê CLICANDO AQUI. Para montar a sua lista, acesse AQUI!

A cantora também falou sobre a importância de educar um menino nos dias atuais, tendo consciência da importância do feminismo e a necessidade dele na sociedade. “Educar um menino nos tempos de hoje é uma responsabilidade grande, assim como era nos tempos lá atrás. Mas hoje temos um espaço maior para falar de feminismo e a cabeça das crianças de hoje em dia já vem mais preparada para assuntos mais abertos”, pontuou.