Bebê de 1 ano leva picada de jararaca enquanto brincava no quintal da avó

Um bebê de apenas 1 ano foi levado ao hospital na última segunda-feira após ser picado por um filhote de jararaca no quintal de sua avó em Santa Catarina

Resumo da Notícia

  • Bebê de 1 ano é picado por jararaca no quintal da vó e é levado ao hospital
  • O menino está estável e em observação pediátrica
  • Saiba o que fazer em casos de picada de cobra e para quem ligar

Um bebê de apenas 1 ano foi picado por uma cobra em Blumenau, no Vale do Itajaí em Santa Catarina. O pai Paulo Henrique de Almeida, conta que a criança estava brincando no quintal da avó quando foi atacada pela cobra.

-Publicidade-

No mesmo instante levaram o menino para o hospital junto com a serpente, que estava dentro de uma caixa, para que pudessem reconhecer a espécie e aplicar o antídoto correto. A médica tirou uma foto da cobra e mandou para o órgão responsável, minutos depois ela recebeu retorno dizendo que era um filhote de jararaca. Segundo o hospital, o menino está em observação pediátrica, a família alegou que a criança está estável.

A jararaca é uma espécie muito importante para a natureza, pois graças a ela pôde ser criado remédios para o combate de hipertensão. Desde que nascem elas possuem veneno para conseguirem se alimentar.

A Jararaca foi descartada depois da identificação
A Jararaca foi descartada depois da identificação (Foto: Reprodução/G1)

Se por acaso for ficado por uma cobra deve ligar:

  • Corpo de Bombeiros (193) ou Polícia Ambiental da sua região (190)
  • Em caso de acidente com serpente ligar para o Samu (192), Bombeiros (193) ou levar para o hospital mais próximo
  • Em caso de dúvidas ou orientações de primeiros socorros ligar para o Centro de Informação e Assistência Toxicológica da sua cidade

O que fazer em caso de picada:

  • Não fazer torniquete, pois pode aumentar o risco de necrosar
  • Não deve fazer sucção ou perfuração para extrair o veneno
  • O local da picada deve ser lavado com água e sabão
  • A vítima precisa ser levada o mais rápido possível para o hospital
  • Deve identificar a espécie da cobra para utilizar o antídoto certo, uma dica seria tirar foto ou tentar trancá-la em um recipiente seguro