Bebê de 7 meses passa por cirurgia após sofrer abuso sexual em Alagoas

Como os pais são divorciados não se sabe ainda quem teria praticado o abuso com a criança

Resumo da Notícia

  • Um bebê de 7 meses precisou passar por uma cirurgia após sofrer abuso sexual
  • Os pais são divorciados e por isso não sabem quem ao certo abusou da criança
  • O inquérito seguirá em segredo de Justiça

Um bebê de 7 meses precisou passar por uma cirurgia após sofrer abuso sexual. O caso aconteceu em Maceió, Alagoas. Ele deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município e posteriormente foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE).

-Publicidade-

Os agentes de serviço social da UPA acionaram a polícia para investigação do caso. O inquérito seguirá em segredo de Justiça. Em apurações iniciais, os pais da criança, que são divorciados, afirmaram desconhecer quem poderia ter cometido o abuso contra o menor.

O bebê de 7 meses sofreu violência sexual e precisou fazer uma cirurgia
O bebê de 7 meses sofreu violência sexual e precisou fazer uma cirurgia (Foto: Getty Images)

Eles têm guarda compartilhada e moram em locais diferentes.  A violência sexual pode ser sido cometida há alguns dias, apontou a investigação inicial. No HGE, a criança precisou ser submetida a um procedimento de sutura do ânus. De acordo com boletim médico emitido pelo hospital, o quadro de saúde do menino é considerado delicado.

Precisamos falar sobre Abuso Sexual Infantil

Não é de hoje que a violência sexual é um assunto que deve ser colocado em pauta: sempre existiu, mas antes as histórias ficavam escondidas entre quatro paredes ou eram abafadas pela família. O abuso sexual infantil acontece e é mais frequente do que se imagina.

É comum — mas não normal –, se deparar com notícias sobre abuso sexual contra crianças e adolescentes. São casos horríveis que podem envolver desde desconhecidos até pais, padrastos, professores e líderes religiosos. A violência vem de qualquer lugar e é isso que mais assusta.