Bebê nasce antes da data planejada e marido realiza o parto da esposa dentro de casa

Fátima Nobre estava na 38ª semana gestacional e planejava ter o seu filho no dia 12 de maio. No entanto, a criança nasceu antes da data programada, no meio da sala de sua residência. Quem executou o parto foi o Cléber, pai do bebê

Resumo da Notícia

  • Fátima estava na 38ª semana gestacional, e esperava que o seu filho nascesse apenas no dia 12 de maio
  • O bebê veio ao mundo antes da data programada
  • Quem executou o parto foi o Cléber, pai do bebê e marido de Fátima

A Fátima Nobre (24) e o Cléber de Lima Bard (36), seguiam à risca todos os passos referentes aos preparos da chegada do filho, o Pitter. Tanto que, o bebê estava programado para nascer no dia 12 de maio, por meio de um parto normal. No entanto, o casal que mora em Novo Hamburgo, cidade localizada no Rio Grande do Sul – foi completamente surpreendido com a chegada da criança antes da data planejada. Por conta da urgência da situação, o pai de Pitter teve que fazer o parto da própria esposa, a Fátima. O menino veio ao mundo neste domingo, 1º de maio – dentro da residência da família, no Loteamento Marisol.

-Publicidade-

O trabalho de parto iniciou dentro de casa, mas o Pitter não esperou a Fátima e o Cléber se deslocarem ao hospital. Sendo assim, o bebê veio à luz pelas mãos do pai. Em entrevista ao Jornal NH, o patriarca contou como se sentiu com a vivência inusitada. “Eu fiquei nervoso e com as mãos trêmulas, mas tive que aguentar firme porque minha mulher e meu filho precisavam de mim. Foi muito emocionante e rápido”, conta o pai.

Cléber relatou que viu a Fátima sentir as contrações por volta de 7h30, mas que eram leves e não tinha necessidade de ir ao hospital. Além disso, ele contou que por volta das 8h30, a dor da esposa começou a aumentar. “Perguntei se ela queria ir para o hospital e ela disse que ainda não, mas que eu poderia me arrumar e ir chamar minha tinha para ficar com as meninas [Mallu e Laura são as outras filhas do casal]”, falou.

Mãe entra em trabalho de parto na própria casa
O Cléber, pai do bebê, foi quem realizou o parto do próprio filho (Foto: Reprodução / Jonas Soares)

Antes mesmo do pai sair de casa e ir em busca do apoio da tia, o Pitter resolveu “dar as caras” à família. No meio da sala de estar, a criança nasceu. “Quando voltei, a Fátima estava agachada na frente do sofá com contrações fortes até que ela grita que estourou a bolsa”, disse. A mulher tentou trocar de roupa para ir ao hospital, mas não deu tempo. “Quando ela voltou pra sala, disse que ele [Pitter] já estava saindo. Nesse momento fui verificar e realmente ele estava começando a sair. Daí pedi pra ela fazer força porque ele realmente estava nascendo”, revela.

Fátima contou que foi emocionante ter essa experiência com o marido. “Momento apavorante, foi algo inesperado, mas agora eu vejo que não poderia se diferente, pois foi um parto tranquilo e rápido. Acho que melhor do que ganhar no hospital”, disse a mãe do Pitter, da Mallu e da Laura.

Logo após o nascimento, os pais ligaram para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A mãe e o recém-nascido foram levados aos Hospital Municipal de Novo  Hamburgo para finalizarem o atendimento. Ambos devem receber alta nesta terça, 3 de maio.