Bebê prematuro ajuda pai com pedido de casamento e viraliza na internet

John Sellors colocou a placa com o pedido e o anel de noivado dentro da incubadora do filho Cobie, que nasceu 10 semanas antes do previsto

Resumo da Notícia

  • John Sellors contou com a ajuda de Cobie, filho do casal, para fazer o pedido de casamento
  • O bebê nasceu 10 semanas antes do planejado e teve que passar algum tempo na incubadora do hospital
  • John e Sian também são pais de Ruby

John Sellors contou uma ajuda bem especial para pedir a namorada em casamento: o pequeno Cobie, filho do casal. O bebê nasceu 10 semanas antes do planejado e teve que passar algum tempo na incubadora do hospital. O britânico usou esse momento para fazer o pedido a Sian Stafford, mãe do menino. A ideia fez muito sucesso e foi  compartilhada por sites do mundo inteiro.

-Publicidade-
Sian e John estão juntos há 8 anos (Foto: Arquivo pessoal)

O homem colocou uma placa dentro da incubadora, com a frase: “Mãe, você quer casar com o meu pai?”. John disse, em entrevista ao Mirror, que quis fazer a surpresa para animar a namorada. “Não costumo ser do tipo romântico, mas realmente queria fazer algo para levantar o ânimo de Sian e ela vinha dando dicas há algum tempo sobre o desejo de se casar”, explicou o pai. “As enfermeiras foram ótimas e realmente ajudaram a fazer uma proposta especial”, completou.

O pedido foi elaborado pelo homem e pelas enfermeiras (Foto: Arquivo pessoal)

Sian nem notou o pedido no começo, mas foi alertada por John e pelas enfermeiras.”Olha, acho que Cobie quer saber de uma coisa”, disse ele. O bebê ficou internado no hospital King’s Mill, em Mansfield, Nottinghamshire.“Quando voltamos para a unidade, as enfermeiras me disseram que Cobie havia tirado a máquina de respiração do lugar e que eu precisava ir e olhar”, descreveu a mãe. “Foi um momento tão surreal, mas tão feliz”, contou.

-Publicidade-

John e Sian também são pais da pequena Ruby, de 4 anos. “Ela mal pode esperar para dar um abraço nele e dizer olá para seu novo irmãozinho”, disse a mãe.

-Publicidade-