Bebê recém-nascido é salvo por policiais após engasgar durante amamentação

A criança foi socorrida por dois cabos da polícia militar que estavam no meio do caminho para o hospital

Resumo da Notícia

  • Dois policiais salvaram a vida de uma recém-nascida
  • O bebê se engasgou com o leite materno
  • O pai da menina contou sobre o susto que passou com a filha

No último sábado, dia 27 de novembro, policiais militares do município de Praia Grande, no estado de São Paulo, salvaram a vida de um bebê recém-nascido que havia engasgado durante a amamentação.

-Publicidade-

De acordo com o pai da criança, Flavio Lemos, de 24 anos de idade, a filha arrotou e foi dormir logo após receber o leite materno. Entretanto, horas depois da amamentação, a menina começou a engasgar.

Preocupados com a vida do bebê, Flavio e a esposa decidiram ir para um hospital, quando no meio do caminho encontraram dois policiais, os cabos Sidney de Lemos Mendes Junior e Diego Carrisque dos Santos, da 2ª Cia do 45º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), que estavam dispostos a ajudá-los.

Os policiais salvaram a vida da criança
Os policiais salvaram a vida da criança
(Foto: Reprodução Comunicação Social 45º BPM/I)

“Foi um momento de desespero. A gente estava correndo para o hospital, mas percebemos que poderia não dar tempo. Ela estava virando bem os olhos. Os PMs apareceram como anjos. A gente nem imaginava. Em segundos, eles fizeram o resgate da nossa filha, pegaram no colo, fizeram todo o atendimento e ela voltou à vida”, relembrou Flavio sobre o ocorrido.

Ainda segundo o homem, no momento do resgate a bebê estava sem sinais vitais, e por isso os policiais realizaram a manobra de Heimlich para desengasgar a criança e fazê-la respirar novamente. “Avistamos o casal correndo e a mãe estava chorando. Quando nos aproximamos, a mãe informou que sua filha estava engasgada. Verificamos que a criança estava desacordada. Fizemos os procedimentos e graças a Deus conseguimos desengasgar a criança”, afirmou o policial Diego.

“Estávamos com medo, porque é nossa primeira filha. Foi muito emocionante. Eles apareceram como anjos. A gente voltou para casa e eles apareceram para conversar com a gente e saber como a bebê estava. Foi um salvamento extraordinário. A gente deve muito a eles. Nossa filha é tudo pra gente. Só temos a agradecer”, contou emocionado o pai da recém-nascida que, após o susto, foi conduzida a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Samambaia, onde recebeu atendimento médico.