Bebê sobrevive a duas paradas cardíacas e história serve de inspiração para livro

O pai de bento usou a escrita para poder tentar diminuir o sofrimento

(Foto: reprodução / instagram)

Há três meses, a família de Edu Leporo vivenciou um momento que pensaram que nunca aconteceria. Bento, um dos filhos gêmeos do casal quando tinha 9 meses de vida contraiu uma pneumonia bacteriana que um dos pulmões chegou a parar de funcionar. O bebê precisou ficar internado por quase dois meses na UTI de um hospital em São Paulo.

-Publicidade-

Quando as coisas pareciam estar piores, o melhor aconteceu. Indo contra todas as expectativas, Bento, que sofreu duas paradas cardíacas e passou 12 dias em coma induzido, conseguiu se recuperar e está 100% ao lado de seu irmão e sua família. “O prognóstico era muito ruim, mas nunca deixamos de acreditar na recuperação do nosso filho. Alguns momentos foram de fato desesperadores, é uma situação que apenas os pais que passam por isso, ter um filho na UTI, sabem como é”, desabafou o pai.

Edu conta que chegou a passar cerca de 12 horas dentro do hospital e que o sentimento de impotência era real, já que não podiam fazer nada além de esperar. “Não havia nada que pudesse nos trazer um pouco de conforto, aliviar ao menos em partes toda a dor e o sofrimento”, relembra. Para tentar diminuir o sofrimento, o pai começou a contar a sua história e o progresso do filho nas redes sociais. A trajetória fez tanto sucesso que virou livro!

-Publicidade-
(Foto: reprodução / instagram)

A grande questão é que para lançar a história de Bento, Edu precisa arrecadar de cerca de 45 mil reais. Ele se chamará “A Odisseia do Pequeno Bento” e os 1000 exemplares que serão produzidos serão distribuídos gratuitamente para os  chamados “pais de UTI”. Amamos essa atitude!

“Nosso objetivo é prestar apoio e solidariedade aos pais que passam pela mesma situação pela qual passamos. Nessas horas, fica-se tão fragilizado que uma simples palavra de apoio já faz toda a diferença. Por isso, o livro pode prestar um grande serviço a essas famílias. Queremos levar amor aos papais e mamães que passam por grandes dificuldades com seus bebês no dia a dia na UTI”, conclui Edu.

Para apoiar o projeto e colaborar com a vaquinha, basta acessar o link: https://www.catarse.me/livro_a_odisseia_do_pequeno_bento_b1dc?

Leia também: 

Bebê arrancado da barriga da mãe conhece o pai pela primeira vez: “Nós estamos rezando por um milagre”

Mãe batiza a filha sem conhecimento do pai e é condenada a pagar bem caro

Médica causa lesão corporal em bebê durante parto domiciliar e é condenada

-Publicidade-