Família

Boa notícia: homens que cuidam dos filhos sozinhos vão poder se aposentar mais cedo

Tudo vai depender da aprovação da nova lei

Larissa Albuquerque

Larissa Albuquerque ,Filha de Marli e Francisco

A proposta da reforma da previdência está sendo formulada e será apresentada a Jair Bolsonaro (Foto: Getty Images)

De acordo com o jornal O Globo, se você é pai solteiro e cuida do seu filho sozinho poderá ter uma condição diferente de aposentadoria pelo governo na Reforma da Previdência que será encaminhada ao Congresso. A proposta é que homens que encaram a criação da criança sem a mãe podem se aposentar mais cedo do que os demais trabalhadores.

Funcionaria assim: o pai que tem apenas um filho, ao invés de se aposentar aos 65, diminuiria 1 ano no tempo de contribuição. Ou seja, ele iria se aposentar aos 64 anos. Quem tem dois filhos, aos 63, e quem tem três, aos 62. O limite vai até três filhos! O que significa que o pai de quatro ou mais crianças também se aposentariam aos 62.

Uma outra possibilidade seria aumentar o valor do benefício para pais e mães. O benefício da aposentadoria adiantada já estava sendo avaliada para mulheres que são mães, não necessariamente solteiras. A ideia de também incluir os homens tem o objetivo de humanizar a Reforma, de acordo com o princípio da licença paternidade, e facilitar sua passagem pelo Congresso. No entanto, tudo dependerá da decisão final do presidente Jair Bolsonaro.

Leia também 

Bolsa Dignidade: Governo Federal estuda mudanças no Bolsa Família

Governo vai distribuir repelente para grávidas inscritas no Bolsa Família

Governo libera o uso de celulares nas escolas de São Paulo