Boa notícia! Remédio em fase de testes recupera pacientes contagiados com coronavírus e aumenta esperanças

O tratamento acelera a recuperação da febre e de sintomas respiratórios, o que fez com as pessoas que participaram do estudo fossem liberadas do hospital em menos de uma semana. Medicamento está em teste e teve resultados positivos, mas o estudo não traz evidências conclusivas

(Foto: Getty Images)

O medicamento remdesivir, usado até então contra o ebola, está entre os mais estudados para combater os sintomas causados pelo novo coronavírus, assim como a cloroquina.

-Publicidade-

Desta vez, um estudo feito pela Universidade de Chicago, divulgado pelo site médico Stat, indica que o remdesivir ajuda na recuperação de pacientes que desenvolveram a doença covid-19.

Segundo o site, o tratamento acelera a recuperação da febre e de sintomas respiratórios, o que fez com as pessoas que participaram do estudo fossem liberadas do hospital em menos de uma semana.

-Publicidade-

“A melhor notícia é que a maioria dos nossos pacientes já recebeu alta, o que é ótimo. Apenas dois pacientes morreram. A maioria dos nossos pacientes é grave e sai em seis dias, o que indica que a duração da terapia não precisa ser de dez dias. Temos muito poucos que duraram dez dias, talvez três”, disse Kathleen Mullane, especialista em doenças infecciosas da Universidade de Chicago que supervisiona os estudos de remdesivir.

(Foto: Getty Images)

No entanto, a Universidade de Chicago ressalta que as descobertas do estudo, feito com 125 pessoas, não são definitivas e não devem ser adotadas para tirar conclusões.

-Publicidade-