Boate Kiss: réus são condenados pela justiça

O processo de julgamento iniciou na última terça-feira, 6 de dezembro e encerrou na sexta-feira, 10

Resumo da Notícia

  • Réus do incêndio da Boate Kiss são julgados
  • Ainda não há informações sobre quais serão as penas
  • O caso foi encerrado nesta sexta-feira, 10 de dezembro

Nesta sexta-feira, 10 de dezembro, o Tribunal do Júri do Foro Central de Porto Alegre condenou os quatro réus acusados pelo incêndio da Boate Kiss, ocorrido em 2013: Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Lodeiro Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão. No entanto, as penas ainda não foram informadas.

-Publicidade-

“No caso como o presente, é preciso referir que se está diante da morte de 242 pessoas, circunstância que, na órbita do dolo eventual, já encerra imensa gravidade”, afirmou o juiz Orlando Faccini Neto.

Réus da incêndio da Boate Kiss são julgados
Réus da incêndio da Boate Kiss são julgados (Foto: Reprodução/ UOL)

O acidente aconteceu em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, no dia 27 de janeiro de 2013, deixando 242 pessoas mortas e 636 feridas pelo fogo. Essa foi considerada a maior ocorrência atendida no estado e a segunda maior do Brasil. O caso comoveu o país e afetou a vida de centenas de famílias que perderam entes queridos no incêndio.

O processo de julgamento iniciou na última terça-feira, 6 de dezembro e encerrou na sexta-feira, 10. O júri contou com a participação de vítimas, familiares, réus e testemunhas.