Brasileiro vence Covid-19 após 42 dias em coma induzido e acerta na loteria: “Minha superação está acontecendo”

Rogério, um analista de sistemas de Campinas, tirou a sorte grande após vencer parte do prêmio da Mega Sena da virada e se recuperar do novo coronavírus após ter 80% do pulmão comprometido

Resumo da Notícia

  • Um analista de sistemas de Campinas venceu a Covid-19 após ficar 42 dias em coma induzido pela doença
  • Não só, mas logo após a internação, Rogério venceu parte do prêmio da Mega Sena da virada
  • Por mais difícil que o período de recuperação seja, o pai de 2 começou a ver a vida com outros olhos

Um analista de Campinas, interior de São Paulo, venceu a Covid-19 e acertou na loteria após 42 dias em coma induzido. Rogério passou 68 dias internados, e a maioria desses ele passou intubado. Durante a difícil recuperação a sorte marcou presença, já que ele ganhou em um bolão parte do prêmio da Mega-Sena da Virada em 2020.

-Publicidade-

Aos 51 anos, o analista de sistemas tem dois filhos e foi infectado no pico da primeira onda, julho de 2020. Segundo o G1, a piora no quadro veio rápido e ele ficou hospitalizado na Casa de Saúde de Campinas. Sobre a internação, Rogério comentou a última coisa que se lembra antes de ser intubado: “Sentei na cadeira de rodas e passei pelo corredor do hospital. Essa é a última lembrança que tenho daquele dia, antes dos 42 dias em coma”.

Após tudo que ele passou, o analista deixa o que ele aprendeu com a situação desafiadora. “Aprendi a viver mais feliz. Mesmo com todas essas sequelas, mas ainda vou superá-las. Não desisti e não desisto jamais”, contou.

-Publicidade-

Com 80% do pulmão comprometido os médicos não acreditavam em uma melhora do paciente, e, inclusive, chamaram a família duas vezes no hospital para se despedirem do parente. A esposa dele contou a dificuldade de contar aos filhos as notícias trazidas pela linha de frente contra a pandemia.

Rogério venceu a Covid-19 após 42 dias em coma induzido e acertou na loteria (Foto: Reprodução/ G1)

Com melhoras evidentes, a esperança chegou e Rogério acordou. “Fiquei três dias sem dormir com medo de não acordar mais. O medo de não sair de lá e a saudade dos meus filhos era demais. Eu chorava todos os dias”, disse o analista de sistemas, que teve não só problemas pulmonares, devido a imunidade baixa e longo período de internação, mas trombose generalizada e foi submetido a 28 dias de hemodiálise.

Durante o coma, a família realizou um pedido de auxílio por internação médica ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mas foi negado. A justificativa do órgão, segundo Rogério, foi que ele estaria apto a trabalhar, mesmo com o atestado de coma expedido pelo hospital.

Em dezembro, a família recorreu a uma vaquinha online para ajudar nas despesas com o tratamento, mas o que eles não imaginavam era que também teriam sorte com um bolão da Mega-Sena da Virada, recebendo R$ 7.325,26. “Sou um cara alegre, estou voltando a sorrir. É uma batalha diária e minha superação está acontecendo. Tudo isso me fez dar valor às pequenas coisas da vida”, concluiu Rogério.

O analista de sistemas de Campinas acertou na loteria após coma induzido pela Covid-19 (Foto: Reprodução/ G1)