Bruno, do KLB, fala sobre filho: “Só não dou o peito porque não tenho leite”

O músico é pai de Ravi, de 4 meses de idade e contou sobre como está curtindo a paternidade

Resumo da Notícia

  • Bruno, da banda KLB, contou sobre paternidade em entrevista
  • Ele disse que adora tomar banho com o filho
  • O músico contou sobre os primeiros meses com o recém-nascido

Bruno, da banda KLB, tem um filho de 4 meses, fruto do relacionamento do músico com Maria Luiza Prange. Ele diz que é uma pessoa “100% melhorada” após Ravi nascer e contou sobre como está sendo a paternidade. “A gravidez não foi planejada, veio do nada. Minha esposa estava desesperada, com medo. A gente estava no meio de uma pandemia e em um relacionamento de idas e vindas. Na mesma hora eu disse: ‘Vamos embora! Se está aqui é porque Deus mandou. E foi uma mudança brutal na minha vida. Ele é um presente e veio para me melhorar 100%. Me tornei uma pessoa melhor neste quatro meses”, disse Bruno em entrevista à Quem.

-Publicidade-

Ele ainda conta que faz questão de trocar as roupas e fraldas do recém-nascido, levantar de madrugada e dar banho: “Está sendo tudo novidade, mas eu faço tudo! Me surpreendi comigo mesmo. É muito cansativo, às vezes a gente entra em uns momentos que parece que não vai ter a luz no fim do túnel, como as cólicas fortes que ele teve nos dois primeiros meses. Mas tenho em saído cada vez melhor. Sou um pai presente. Se tenho que trabalhar, levo ele comigo onde posso. Volto dos ensaios correndo… Ele só toma banho comigo. A mãe dele só deu dois banhos, o resto fui eu que dei. É o momento meu e dele. A gente combinou que seria assim, já que ela tem esse momento especial com ele da amamentação. Agora ele está descobrindo a voz e fica cantando comigo no chuveiro. É a coisa mais linda ouvir os barulhinhos dele reagindo à música.”

Bruno, do KLB, fala sobre filho: “Só não dou o peito porque não tenho leite” (Foto: Reprodução Instagram)
Bruno, do KLB, fala sobre filho: “Só não dou o peito porque não tenho leite” (Foto: Reprodução Instagram)

“Brinco com a Maria que sou mãe também. Levanto à noite, troco fralda… Só não dou o peito porque não tenho leite, mas se tivesse, eu faria esse papel também”, acrescentou, fazendo uma brincadeira.