Buscas por canções de ninar batem recorde na pandemia: veja como colocar o sono do seu filho em dia

Nos últimos 12 meses, as pesquisas por “cantigas de ninar” e “música de ninar” atingiram um recorde no YouTube. Reunimos algumas dicas para incentivar uma boa rotina do sono com a família

Resumo da Notícia

  • Dormir bem traz diversos benefícios para o sono do bebê
  • Desde cedo, é muito importante incentivar uma rotina e praticar a higiene do sono
  • Durante a pandemia, o sono foi afetado com a correria do dia a dia, mas a boa notícia é que dá para recuperar

Um dos principais motivos de cansaço dos pais com os filhos em casa é a falta de sono. Na pandemia, de acordo com um estudo feito pela empresa The Bakery com 780 brasileiros das mais diferentes faixas etárias, cerca de metade (44%) disseram estar com dificuldade para dormir nesse período.

-Publicidade-

Nos últimos 12 meses, as pesquisas por “cantigas de ninar” e “música de ninar” atingiram um recorde no YouTube, segundo dados enviados com exclusividade à Pais&Filhos. “Como fazer um bebê dormir?” foi a pergunta mais buscada sobre maternidade nos últimos meses no Google, o que também evidencia uma das grandes dificuldades de mães e pais de filhos pequenos. Ainda sobre os termos mais procurados, “desenho para bebê dormir” e “vídeo para bebê dormir”, tiveram um aumento de +300%.

As famílias estão precisando de uma ajuda extra na hora de colocar os filhos para dormir. Mas, antes de deixar o desespero tomar conta, é preciso analisar os hábitos dentro de casa. “O sono vai muito além de um repouso. Ele tem muitas funções e a principal delas é a restauração”, afirma Luciane Luna de Mello, médica pneumologista, especialista em Medicina do Sono e membro do Instituto do Sono de São Paulo, mãe de Pedro.

Durante o isolamento social, mesmo de casa, é muito importante ter uma rotina. Para os pais, por causa do home office, essa tem sido uma tarefa difícil, que acaba influenciando também no comportamento do bebê. “As pessoas não têm mais hora para nada, nem para começar, nem para terminar e essa relação exige cuidado”, comenta Luciane.

Ter uma rotina faz toda diferença para o bebê e a família dormirem melhor (Foto: iStock)

Para o desenvolvimento infantil saudável, o sono é uma condição vital tão importante quando respirar e se alimentar, de acordo com a neuropsicóloga Deborah Moss, especialista em sono, comportamento e desenvolvimento infantil, mãe de Ariel, Patrick e Alicia. “Uma criança descansada, é uma criança que come bem, que brinca bem, que aproveita o tempo acordada de uma forma saudável e acaba aproveitando todos os estímulos que o ambiente oferece”.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Dalhousie, na Escócia, as noites mal dormidas são como dívidas para o futuro. O estudo mostrou que bastam quatro noites com uma hora a menos de sono em cada uma delas para o corpo dar os primeiros sinais, que vão desde a perda na capacidade de memorização, o reflexo negativo no brincar, na criatividade, no “faz de conta”, prejuízos no sistema imunológico e metabólico até impactos nas interações sociais e relacionamentos interpessoais.

A importância da rotina para o sono do bebê

Para que os momentos de desespero pelo sono aconteçam com cada vez menos frequência, é preciso de planejar. “O sono requer hábitos e padrões para ajudar o bebê a chegar no momento da noite para dormir mais descansado e mais relaxado possível para que não tenha o desespero nem dele, nem dos pais e da família. Quando estamos muito cansados, com privação de sono, e precisamos trabalhar no dia seguinte, normalmente os pais acabam lançando mão de artifícios para fazer a criança dormir, o que acaba resolvendo o problema na hora como, por exemplo, levar a criança para a cama deles”, explica a pediatra e consultora do sono, Dra Flávia Oliveira, mãe de Pedro e Lucas. “O bebê dorme e isso começa a acontecer uma, duas e aí você sempre está cansado e tem que trabalhar. Então, é a tendência do cobertor curto, onde você cobre um lado e descobre o outro. É preciso ter bem claro o que os pais esperam para não ter esse momento de desespero, porque podem ser feitas atitudes que virem hábitos. Normalmente, depois de 3 dias fazendo uma conduta pode acabar virando rotina e com o bebê crescendo, vai ficando cada vez mais difícil você implementar algumas questões de higiene do sono.

Para fazer a higiene do sono a pediatra recomenda: ter mais ou menos horário fixo para dormir e tomar banho, além de expor menos as crianças maiores aos aparelhos eletrônicos. No caso dos bebês menores de dois anos, a prática pode atrapalhar o sono, principalmente em bebês menores de quatro meses, que estão produzindo a melatonina, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria. “A luz azul que sai dos eletrônicos interfere na produção do hormônio e prejudica o início do sono”.

E se mesmo assim meu filho não dorme?

Durante o momento em que o bebê não consegue dormir e fica agoniado com a situação, Flávia Oliveira e Cinthia Calsinski Consultora do Sono Materno-Infantil pelo International Maternity e Parenting Institute (IMPI), mãe de Matheus, Bianca e Carolina, e colunista da Pais&Filhos, recomendam que é preciso que os pais mantenham a calma. “O bebe não entende muito, mas sente tudo! Pais calmos e tranquilos no momento do adormecer já é um ótimo começo”, explica Cinthia. Como alternativa para auxiliar nos momentos em que o bebê está agitado, a família pode tentar por:

  • Banho de balde com chás relaxantes
  • Massagens
  • Banho de banheira
  • Óleos essenciais

Canções de ninar para o bebê

Como outra alternativa, a música pode ajudar (e muito!) seu filho a dormir quando estiver com alguma dificuldade de pegar no sono. Por isso, te mostramos as canções de ninar mais populares no YouTube nos últimos 12 meses, olha só:

1. Música para dormir – Música de Ninar para crianças do Elefantinho Bonitinho

2. A Coruja – Canções de Ninar – Música Infantil – Um Herói do Coração

3. 4 Horas Canção de Ninar – Músicas para Bebês – Dormir e Relaxar

4. A Coruja e as Melhores Músicas para Bebê Dormir

5. Música Para Bebê Dormir com Relaxante Som de Água