Caixões são trocados durante pandemia e família só percebe o erro durante velório

O caso que aconteceu em Piracaia, interior de São Paulo, e está sendo investigado para entender como o engano aconteceu

Resumo da Notícia

  • Caixões são trocados pela Santa Casa
  • A família só percebeu o erro na hora do velório
  • Os dois corpos conseguiram ser trocados e exumados
  • Santa Casa emitiu uma nota de esclarecimento e afirma que não há motivo para pânico
Caixões são trocados durante pandemia e família só percebe o erro durante velório / Imagem ilustrativa (Foto: Getty Images)

No último dia 16 de abril, uma família que mora na cidade de Piracaia, interior de São Paulo, sofreu em um enterro com a troca de corpos durante a pandemia por coronavírus. José Frederico Alvares de Lima, de 68 anos, morreu por conta de um infarto e teve seu velório programado por sua filha, Anna Gabriela de Lima, que ao receber o caixão, percebeu que aquele não era seu pai.

-Publicidade-

De acordo com informações do site Terra, o corpo era de Antônio Domingo Martins, de  67 anos, que morreu após complicações respiratórias e suspeita de coronavírus. Os dois corpos foram exumados e as famílias seguem em quarentena, enquanto aguardam mais informações da investigação para entender como o engano aconteceu.

-Publicidade-
-Publicidade-