Camila Pitanga e filha estão curadas da malária e atriz faz textão para agradecer

A atriz contraiu a doença e compartilhou nas redes sociais que estava fazendo o tratamento no SUS. Neste sábado, através de uma publicação ela comemorou a notícia

Resumo da Notícia

  • Camila Pitanga e a filha contraíram malária e estavam realizando o tratamento no SUS
  • Neste sábado, a atriz fez uma postagem para contar que as duas estão curadas
  • Na legenda, ela agradeceu aos profissionais da saúde

Neste sábado (22), a atriz Camila Pitanga usou o Instagram para compartilhar a notícia de que ela e a filha estão curadas da malária. Com uma foto da equipe médica, ela agradeceu pelos cuidados que recebeu.

-Publicidade-
Camila Pitanga e Antônia testaram positivo para malária, mas agora estão curadas (Foto: reprodução / Instagram @caiapitanga)

“Estamos curadas!!! Ontem fizemos a verificação de cura e estamos muito felizes com o novo resultado! Claro que vamos precisar fazer alguns exames periódicos, porque é pouco provável, mas acontece da malária voltar!!!”, começou.

A atriz seguiu na legenda: “E é isso. Fiz essa foto entre médicas e agentes de saúde, uma equipe grandiosa em número e capacidades. Meu agradecimento à rede SUS e esse centro de excelência que é o departamento do laboratório da Sucen”.

-Publicidade-

Por fim, ela fez questão de escrever o nome de todos os profissionais que a ajudaram no hospital. Nos comentários, vários seguidores e fãs de Camila também comemoraram a recuperação: “Viva!” e elogiaram o atendimento no SUS.

Camila agradeceu aos profissionais da saúde pelo cuidado (Foto: reprodução/Instagram)

Sobre o caso

No dia 10 de agosto, Camila Pitanga fez um desabafo nas redes sociais após se sentir mal com a filha Antônia, de 12 anos. De início, a atriz pensou que estava com o novo coronavírus, mas depois do teste dar negativo, ela descobriu na verdade que estava com malária.

“Foram 10 dias de muito sufoco. Entre picos de febre alta, calafrios e total incerteza. Havia a sombra da possibilidade de estar com covid-19. Somente no domingo recebi o resultado negativo do meu PCR. Mas no lugar de me aliviar, permanecia a agonia pois eu não fazia ideia do que eu poderia ter. Estava à deriva. Pois bem, uma amiga minha suspeitou que esses picos de febre associados ao fato de estar em isolamento social numa zona de Mata Atlântica no litoral de SP, podia ser malária”, contou no Instagram. Mãe e filha então foram ao SUS, que oferece o tratamento gratuito.

-Publicidade-