Malária: Camila Pitanga fala como está após descobrir que ela e a filha estão contaminadas

A atriz fez um desabafo pelas redes sociais e contou, a partir de um relato, sobre os sintomas e o tratamento após começar a se sentir mal com Antônia, de 12 anos

Resumo da Notícia

  • Camila Pitanga e a filha passaram por um problema sério de saúde
  • Ela fez todo o tratamento pelo SUS e não poupou elogios para os profissionais da saúde
  • A atriz e Antônia começaram a ter febre e calafrios como primeiros sintomas
  • Pelas redes sociais, ela fez um relato de todo processo

Na última segunda-feira, 10 de agosto, Camila Pitanga fez um desabafo nas redes sociais após se sentir mal com a filha Antônia, de 12 anos. De início, a atriz pensou que estava com o novo coronavírus, mas depois do teste dar negativo, ela descobriu na verdade que estava com malária.

-Publicidade-
Camila Pitanga e Antônia testaram positivo para malária (Foto: reprodução / Instagram @caiapitanga)

Em um relato, ela explicou sobre a suspeita porque estava sentindo febre e calafrios. Quem sugeriu a possibilidade da malária foi uma amiga, já que Camila e Antônia estão fazendo isolamento em uma região próxima à Mata Atlântica. No desabafo, ela não poupou elogios para o Sistema Único de Saúde (SUS), sobre o atendimento que está recebendo.

“Foram 10 dias de muito sufoco. Entre picos de febre alta, calafrios e total incerteza. Havia a sombra da possibilidade de estar com covid-19. Somente no domingo recebi o resultado negativo do meu PCR. Mas no lugar de me aliviar, permanecia a agonia pois eu não fazia ideia do que eu poderia ter. Estava à deriva. Pois bem, uma amiga minha suspeitou que esses picos de febre associados ao fato de estar em isolamento social numa zona de Mata Atlântica no litoral de SP, podia ser malária”, contou.

-Publicidade-
A atriz e a filha realizaram o tratamento pelo SUS (Foto: reprodução / Instagram @caiapitanga)

Após conversar com especialistas, ela foi levada para o Hospital das Clínicas da USP. ” Uma vez que a suspeita era malária, doença muito rara, não há melhor lugar para você ser tratado do que a rede SUS, local de referência e excelência para doenças endêmicas. No HC, fui prontamente atendida por uma mulherada. Sim, uma equipe 100% de mulheres fantásticas do laboratório da Sucen. Todas foram extremamente profissionais, eficientes e gentis”, elogiou.

Ela agradeceu todo o cuidado dos profissionais de saúde (Foto: reprodução / Instagram @caiapitanga)

“Bom, os resultados dos exames saíram dando positivo para malária. Eu e minha filha. Uma doença que ainda existe, é curável, mas precisa de cuidados. O tratamento é gratuito. Faço cá meus votos de gratidão a todas e todos agentes de saúde, que além de estarem na trincheira nessa luta contra a covid-19, estão aí atendendo inúmeras outras demandas com seu profissionalismo em meio a condições e incertezas muito grandes. Muito obrigada e parabéns a todas e todos os profissionais de saúde desse país!!”, completou.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-