Cantora do ‘The Voice Brasil’ perde mãe e irmã para covid-19 em menos de um mês: “Sem chão”

As duas tiveram o pulmão comprometido em razão da doença. Jana Cruz perdeu a mãe e a irmã para covid-19 com 24 dias de diferença

Resumo da Notícia

  • Jana Cruz participou do The Voice Brasil em 2013 no time de Claudia Leitte
  • A cantora perdeu a mãe e a irmã para a covid-19 em um intervalo de 24 dias
  • Ambas chegaram a ser intubadas, mas não resistiram às complicações causadas pelo novo coronavírus
 

A cantora Jana Cruz, de 31 anos, participante da edição de 2013 do “The Voice Brasil”, perdeu a mãe e a irmã para a covid-19 em um intervalo de menos de um mês.

-Publicidade-

Ambas chegaram a ser intubadas, mas não resistiram às complicações causadas pelo novo coronavírus. A perda mais recente é da irmã, Jaqueline Cruz, 23 anos, que morreu na quinta-feira (3). A cerimônia de cremação ocorreu ontem. A mãe, Jania Cruz, 52 anos, morreu em 11 de maio.

Jana lamentou a perda da irmã e da mãe nas redes sociais. “Sem palavras e sem chão, apenas assim que posso definir esses dias”, desabafou. Segundo a cantora, a irmã ficou internada por 35 dias e a mãe 17. “Elas positivaram para a Covid, mas foram internadas mais para tratar das sequelas. Minha irmã foi intubada em razão da ansiedade, os batimentos cardíacos dela acabavam ficando muito altos e tinha risco de parada cardíaca. O pulmão dela sobrecarregou [por conta da doença], ela recuperou um pouco, mas foram muitos dias de internação e desenvolveu pneumonia”, disse Janaína ao G1.

Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo Jana, os médicos realizaram uma traqueostomia no dia 21 de maio em Jaqueline, mas após uma piora no quadro de saúde, a irmã acabou morrendo. “Minha mãe também ficou com o pulmão bem comprometido, teve uma parada cardiorrespiratória e morreu”, conclui. A família não sabe como elas se contaminaram.

A mãe de Jana estava presente na audição do ”The Voice Brasil” quando a filha foi escolhida por Cláudia Leitte ao cantar “I Will Always Love You”, de Dolly Parton. “A família toda estava lá na audição. Elas sempre participaram e me incentivaram no período em que participei do programa. Minha mãe, por exemplo, me acompanhava nos ensaios desde quando eu era criança. Agora ficará para sempre ao meu lado, onde estiver”, comentou a cantora ao UOL.

A cantora diz que a família está muito abalada com a perda das duas: “Quero fazer alguma homenagem para elas, mas, por enquanto, não consigo. Está bem complicado para a gente. Fiquei no hospital com minha mãe e minha irmã e tentamos seguir um dia de cada vez. Existem momentos em que não tem como aguentar. Tento ser forte, porém, às vezes não consigo. Agradeço o carinho que as pessoas estão demonstrando com a minha família. Peço que todos entendam que essa pandemia realmente existe e que precisamos nos cuidar. Minha mãe e minha irmã sempre respeitaram todos os protocolos e mesmo assim se contaminaram”.