“Cãorreios” novo método de adotar um cachorro nesse Natal; veja como funciona

A iniciativa veio do abrigo SOS Animais Abandonados de Jundiaí em São Paulo

Resumo da Notícia

  • "Cãorreios" é um projeto feito pelo abrigo SOS Animais Abandonados de Jundiaí em São Paulo
  • O projeto consta basicamente de cartas iguais as que crianças mandavam para o Papai Noel só que de cachorros
  • Na carta estará algumas informações necessárias para que alguém adote o cachorro

Os amigos de quatro patas poderão ser adotados de uma forma inusitada e diferente nesse Natal. O projeto criado pela SOS Animais Abandonados em Jundiaí, São Paulo, visa ajudar os animais abandonados com adoção ou com doações de rações e medicamentos.

-Publicidade-

“Cãorreios” é o nome dado pela instituição, e funciona basicamente como uma carta que as crianças antigamente mandavam para o Papai Noel. Onde dentro dela constam algumas informações sobre o cachorro para que alguém possa adotá-lo. Já faz cinco anos que a cuidadora do projeto, Valeria Bianchi, realiza essa linda ação.

As cartas são impressas e distribuídas nas agropecuárias, lojas e semáforos da cidade. Não tem como resistir ao pedido dessas fofuras, é uma cartinha mais linda que a outra! Muitos precisam de ração, um tratamento, uma casinha, e muito mais. “É uma forma de, no final do ano, tentar tocar um pouquinho do coração das pessoas para atender ao pedido dos nossos bichinhos”, explica.

As cartas serão espalhadas pela cidade
As cartas serão espalhadas pela cidade (Foto: Reprodução/Tribunal de Jundiaí)

“A gente ajudava as cartinhas dos Correios e eu comecei a escrever as cartinhas do ‘Cãorreio’, igual as crianças fazem, porque, na verdade, esses bichinhos são nossas crianças, são minhas crianças”, disse. Valeria é cuidadora há mais de 26 anos e, atualmente, o abrigo possui mais de 120 animais, entre cães e gatos, que foram resgatados das ruas.

A ONG Pracinha dos Dogs, da professora Sara Penteado, também faz essa iniciativa de cartas para adoção em modelo dos Correios. Neste ano, o encontro acontecerá dia 12 de dezembro com as cartinhas e contará com um café da manhã comunitário para as pessoas conhecerem os pets filhotes disponíveis para adoção. “Eu pensei em fazer uma situação diferente para chamar a atenção e ver se eu consigo doação. Queria acabar o ano pelo menos com o meu lar temporário sem nenhum cachorro adulto”, concluiu.