Família

Carolina Dieckmann faz homenagem à mãe falecida: “Um mês sem você”

Dona Maíra morreu dormindo

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

 

(Foto: Reprodução / Instagram)

Carolina Dieckmann perdeu a mãe há exatamente um mês, e desde então, vem fazendo diversas publicações sobre o ocorrido. Nesta terça-feira, 24 de setembro, a atriz desabafou sobre o acontecimento e o quão saudosa está da Dona Maíra.

No Instagram, a atriz publicou diversas fotos da mãe junto ao texto emocionante. “Um mês sem você. Minha mãe sempre quis que fossemos independentes. ‘Filho a gente cria pro mundo’, ela dizia. Quando eu comecei a trabalhar, aos 12, ela viajava e trabalhava muito, e não podia me acompanhar. Ela tinha receio por conta do que diziam ser o ‘mundo artístico’, de tudo que eu iria estar exposta, sem ela ao meu lado e eu ainda tão nova, sem nenhum preparo ou maturidade”, escreveu.

“E então, ela me disse: ‘Filha, quando te pedirem pra fazer alguma coisa e você ficar em dúvida, fecha os olhos e pensa no que eu sentiria de te ver fazendo isso. Seu coração vai te dar a resposta. E assim foi. E assim vai continuar sendo. Ao olhar bem fundo, pra dentro de mim, vou sempre encontrar você, mãe. Meu sol. Meu norte. Desde o útero até o infinito”, finalizou.

(Foto: Reprodução / Instagram)

 

(Foto: Reprodução / Instagram)

Carolina Dieckmann anuncia morte da mãe com texto emocionante: “Meu coração tá queimando de dor”

Carolina Dieckmann perdeu a mãe no último domingo (25). A atriz foi às redes sociais fazer um comunicado emocionante da mãe, Maíra, que faleceu dormindo e não teve a causa revelada.

Em post no Instagram, Carol compartilhou uma foto ao lado da mãe junto a uma homenagem pra lá de emocionante. “Mãe. Sim, essa palavra que nunca mais eu vou dizer; porque hoje morreu meu colo. Porque nada mais de mal, ou de grave, poderia acontecer comigo, porque meu colo não está mais aqui. Minha mãe passou a vida dando colo: pra qualquer um e pra todos. A pessoa mais generosa que eu conheci. A pessoa mais doce. A que me treinou desde cedo a não brigar. A escolher o bem. A tentar sempre compreender o caminho, as escolhas e o lugar do outro. Os limites do outro. A deixar ir. O amor liberta. Sempre”, explicou.

atriz continuou escrevendo a dor que está sentindo nesse momento tão delicado. “Ela me ensinou um bocado de coisas lindas. E me ensinou sendo, o que faz toda diferença. Ainda não sabemos do que ela morreu, mas morreu dormindo. E desde q sou pequena vejo ela ‘marcar’ seu encontro com a morte exatamente desse jeito: se ela vier, que seja assim. Mãe, a morte te obedeceu direitinho. Acho que é porque você merecia. Mas o que eu acho mesmo é que foi muito cedo. Mãe, eu tô devastada. Essa é a palavra que mais explica o que eu tô sentindo. Meu coração tá queimando de dor, tipo a Amazônia, tipo o fim de tudo. Mãe, quem vai ser meu colo? Não digo amanhã, depois… mas hoje? Mãe, hoje eu vou tentar ser colo pros meus irmãos. Eu prometo. E pra sua mãe também. Mãe, a partir de hoje, eu vou morrer um pouco todo dia; de saudade. Te amo. Mãe… eu ainda não acredito”, finalizou.

Leia também:

Carolina Dieckmann abre jogo sobre relação com o ex-marido e filhos

Carolina Dieckmann compartilha foto da infância em homenagem à mãe: “Vou morrer um pouco todo dia”

Carolina Dieckmann comemora aniversário do filho em fotos raras e semelhança com o pai surpreende

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos: