Carta Aberta: “O meu pai me ama, nunca deixou faltar nada e pra mim é o melhor do mundo”

No mês de Dia dos Pais, eles recebem as homenagens que tanto merecem. Confira a Carta Aberta que Miguel fez ao pai Rafael Noris

Resumo da Notícia

  • O papel de pai é digno de protagonismo
  • Neste mês de Dia dos Pais, vamos homenageá-los
  • Confira a carta aberta de Miguel ao pai Rafael Noris

Assumir o papel de pai é uma grande responsabilidade. É cuidar, participar, educar, brincar, estar totalmente presente e, acima de tudo, amar. Por serem tão importantes na criação dos filhos, eles merecem todas as homenagens possíveis.

-Publicidade-
Rafael Noris é pai solo de Miguel, hoje com 10 anos (Foto: Reprodução/Instagram @rafanoris)

Neste mês de Dia dos Pais, o espaço será todo deles. Em parceria com a Philips Avent, estamos falando sobre paternidade ativa, o amor entre pais e filhos, educação com afeto e os desafios de ser pai nos dias de hoje ao longo dessa semana. E também vamos homenagear esses caras que fazem a diferença de verdade na criação de uma família!

Miguel, de 10 anos, é filho de Rafael Noris, nosso blogueiro parceiro, do Família Palmito. Confira a carta aberta que ele fez em homenagem ao pai:

-Publicidade-
Rafael Noris, blogueiro parceiro da Pais&Filhos, recebeu uma homenagem do filho Miguel, de 10 anos (Foto: Reprodução/Instagram @rafanoris)

“Eu sou o Miguel, filho do Rafael Noris e amo meu pai porque ele sempre cuidou de mim sendo pai solo. Ele nunca deixou faltar nada e é um pai esforçado. Eu gosto das coisas que ele faz, eu lembro que uma vez a gente foi brincar no campinho que tinha atrás da nossa casa, a gente brincou de pega-pega e jogamos bola, o problema é que ninguém mais usou e ficou muito entulho e depois a gente se mudou.

Ficamos um tempo na chácara da minha vovó e agora moramos sozinhos de novo. Sozinhos não. Junto com nosso gato Chuck Noris e damos lar temporário pra uma cachorrinha chamada Judy. Antes meu pai nem sabia fazer arroz e hoje ele cozinha arroz com várias outras coisas que ele aprendeu a fazer.

A gente gosta muito de jogar jogos, nosso favorito é Fortnite e se tem algum jogo que dá pra jogar juntos a gente joga mesmo sendo difícil. Eu até fiz um curso de criação de games que meu pai incentivou. Quando quero lembrar alguma coisa eu vou no nosso blog Família Palmito onde meu pai escreveu nossas histórias. Eu aprendi a ler com a ajuda do meu pai, toda noite ele lê pra mim antes de dormir, acho que por isso hoje amo tanto gibis.

A gente fazia judô e capoeira, mas a quarentena não deixa mais. Agora meu pai comprou um ukulele e estamos aprendendo a tocar. A gente gosta de várias coisas parecidas. A coisa que eu mais gosto do meu papai é que ele brinca comigo, ele me ama e pra mim ele é o melhor pai do mundo.”

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!