Casal proibido de se casar na juventude se reencontra e realiza sonho 63 anos depois

O pai de Antonia não deixou que ela se casasse quando tinha 16 anos, para que focasse nos estudos. O tempo passou, e ela finalmente conseguiu realizar o tão esperado matrimónio

Resumo da Notícia

  • Casal proibidos de se casar quando jovens se reencontram e realizam o sonho 63 anos depois
  • O pai dela não a deixou se casar quando tinha 16 anos, para que ela focasse nos estudos
  • Ela disse que não se casaria com outra pessoa
  • 63 anos depois, o sonho se concretizou

A história de amor de Antonia e Olavo foi interrompida há 63 anos atrás. Na época, ela tinha 16 e Olavo, 20. Os dois tinham planos para o futuro, mas o pai de Antonia proibiu o casamento deles, por achar que a filha era muito nova e precisava terminar os estudos antes de se casar.

-Publicidade-
Casal proibidos de se casar quando jovens se reencontram e realizam o sonho 63 anos depois (Foto: reprodução Só Notícia Boa)

“O pai dela explicou que ela era muito jovem e que precisaria terminar os estudos. Ela, no auge da adolescência, respondeu ao pai: ‘se eu não me casar com ele, não caso com mais ninguém’”, contou a sobrinha de Antonia, Isabel Brandão, em entrevista ao portal Só Notícia Boa.

O que a família não imaginava era que a promessa de Antonia ainda quando adolescente realmente se concretizaria. Com o passar do tempo e a proibição do pai dela, Antonia e Olavo se separaram e acabaram se afastando. Ao longo dos anos, Antonia chegou a namorar novamente, mas o rapaz acabou falecendo e ela – assim como tinha dito quando adolescente, não se casou.

Ao longo desses 63 anos, Antonia saiu do Ceará, morou em São Paulo, Amazonas e no Maranhão. Olavo, por sua vez, encontrou um outro amor, se casou, mas acabou se divorciando. Foi então que, em 2020, em plena pandemia, a história de amor dos dois voltou à tona. Ele decidiu pedir o telefone dela a uma amiga em comum, juntou a coragem e ligou para ela.

Casal realiza sonho do casamento 63 anos depois (Foto: reprodução Só Notícia Boa)

Depois de algumas ligações, Olavo decidiu fazê-la uma proposta: “Vamos voltar da onde paramos?”. E não é que deu certo?! Em setembro de 2020 Antonia viajou acompanhada por um familiar – e com os devidos cuidados – para a terra natal, o Ceará, para rever o amor da juventude. O merecido reencontro aconteceu no aeroporto de Fortaleza  ela com 80 anos e ele agora com 84. A intensidade desse reencontro foi tamanha que apenas uma semana depois, os dois se casaram, dessa vez sem nenhum obstáculo familiar. Pela pandemia, o casal precisou fazer apenas uma “mini cerimônia simbólica”, como descrito pela sobrinha de Antonia. Isso, porém, não foi motivo para tristezas e os dois finalmente conseguiram viver o tão sonhado ‘felizes para sempre’.