Casal separado volta a morar junto pelo bem da filha durante quarentena

A realidade do isolamento social pode se tornar ainda mais difícil no caso de crianças com pais separados. Alguns deles, no entanto, se uniram para pensar formas de viverem juntos em tempos de coronavírus

Resumo da Notícia

  • Casal separado passa a morar juntos durante a quarentena
  • O intuito é que nenhum dos pais fiquem longe dos filhos
  • Especialista alerta sobre como explicar essa escolha para a criança
  • Veja como o casal se resolveu
Casais separados se unem durante a quarentena (Foto: Getty Images)

O coronavírus está reforçando cada vez mais nossa capacidade de nos unirmos em momentos difíceis. Ficar em isolamento social é uma situação delicada, que pode se agravar em alguns casos, como o de filhos de pais separados. Aqui na Pais&Filhos já demos algumas dicas de como passar por esse período de isolamento caso se encontre nessa situação.

-Publicidade-

A situação ideal, segundo especialistas, é que a criança permaneça em uma só casa durante o período de isolamento e os dias longe do outro familiar sejam recompensados quando tudo voltar ao normal. Para que nenhum dos pais tenham que ficar longe do filho, no entanto, algumas pessoas estão enfrentando uma situação nova: a quarentena com o ex.

O publicitário Rafael Neves, de 37 anos, é um dos que resolveu enfrentar viver novamente com a ex pelo tempo da quarentena pelo bem da filha Clara, de 5 anos. “Decidimos morar todos juntos agora, porque a Clara é acostumada a ficar nesta casa, em Jacarepaguá. Quando um está com a guarda vem para cá, e o outro sai. Aí achamos que era mais cômodo para ela ficar aqui, que tem espaço amplo, área verde etc”, disse em entrevista ao jornal Extra.

-Publicidade-

Rafael está saindo com outra mulher e disse que morar junto com a ex novamente pode ser uma situação um tanto confusa. “A Clara está amando ver a gente aqui junto o tempo todo. Logo na primeira semana já começou uma reaproximação. Isso me confundiu no processo, pela questão da família, da filha. Acho que vamos ter que rever essa decisão de passar a quarentena juntos”, falou.

O publicitário disse que parte da dificuldade pode vir devido ao fato de que ele e a mãe de Clara se separaram recentemente, em outubro do último ano. Ele acredita que a relação pode ser mais fácil se o casal estiver separados há mais tempo.

O administrador  Felipe Menezes, de 36 anos, conseguiu bolar uma outra forma de não ficar tanto tempo sem ver o filho durante a quarentena. Normalmente, ele fica com o menino às terças e quintas, e ela, às segundas e quartas, o dois alternam os finais de semana. Durante o isolamento, no entanto, para evitar que a criança saia muito, o menino fica com a mãe, Fernanda, de domingo a quarta e com o pai de quinta a sábado.

“Nós dois estamos em home office, então para ela está difícil porque mora sozinha. Eu moro com a minha mãe, então tenho ajuda quando preciso trabalhar. Quando bate saudade, a gente faz chamada de vídeo. A gente tem um relacionamento muito bom. Se achar que precisa rever o esquema de novo, a gente vai falando e muda”, disse.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-