Caso Daniella Perez: assassino diz que a série não contou os dois lados da história

Guilherme de Pádua contou nas redes sociais que assistiu a serie da HBO em que relata o crime dele contra Daniella Perez e diz que o documentário só conta uma parte da história

Resumo da Notícia

  • Guilherme de Pádua dá um depoimento no perfil do Instagram sobre a nova serie da HBO
  • Ele foi preso após matar Daniella Pérez a tesouradas e a serie conta a história do crime
  • No entanto, ele diz que a história contada só mostra o lado da acusação

O pastor Guilherme de Pádua se pronunciou depois do lançamento Pacto Brutal, documentário da HBO onde fala o assassinato cometido pelo ex-ator e atual pastor contra a atriz Daniela Perez, filha de Glória Perez.

-Publicidade-

O culpado pela morte falou no perfil privado do Instagram que assistiu a série d não gostou da produção, pois não escutaram os dois lados da história.

“Sem ter acesso aos autos, só no que eu me lembro de cabeça, porque eu precisei refrescar muita coisa, assistindo ao programa, eu consigo quebrar de forma devastadoras, algumas teses do que foi apresentado. É tão fácil, tão óbvio certas coisas que eles não vão dar acesso a vocês telespectadores”, iniciou Guilherme.

Ele continuou dizendo sobre a qualidade do canal HBO e a falta de informação que eles deixaram na série. “Sem ter acesso aos autos, só no que eu me lembro de cabeça, porque eu precisei refrescar muita coisa, assistindo ao programa, eu consigo quebrar de forma devastadoras, algumas teses do que foi apresentado. É tão fácil, tão óbvio certas coisas que eles não vão dar acesso a vocês telespectadores”.

Daniella Perez foi assassinada em 1992
Daniella Perez foi assassinada em 1992 (Foto: reprodução Instagram)

O homem por fim, até apontou a série como ‘tendenciosa’ por mostrar só um lado da história. “E eu pretendo, talvez, pode aguardar que eu vou trazer algumas coisas. Não é pra dizer acredite na minha versão, mas pra você mesmo pensar, né? Coisa que eles não estão fazendo, como aquela imprensa marrom, aquela imprensa que é tendenciosa que quer puxar a sardinha para um lado, essa série está totalmente baseada somente na versão da acusação”.

Ele e a esposa, Paula Thomáz, foram condenados por matar Daniella Perez a tesouradas. O homem em 1992 era ator e estava contracenando com a garota. Hoje ele já está em liberdade e se tornou pastor.

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.