Caso Henry: Audiência irá ouvir testemunhas da mãe e do padrasto no Rio de Janeiro

A audiência acontece hoje na 2ª Vara Criminal da Capital do Rio

Resumo da Notícia

  • A audiência de instrução e julgamento do caso Henry Borel irá acontecer hoje
  • Serão ouvidas 10 testemunhas de defesa e duas de acusação
  • Henry Borel morreu no dia 8 de março

Hoje acontece a continuação da audiência de instrução e julgamento do caso Henry Borel. A sessão terá início às 9h30 e serão ouvidas 10 testemunhas de defesa e duas de acusação. Monique Medeiros terá como testemunhas a mãe e o irmão, e Jairinho irão falar: Thiago Ribeiro, que é conselheiro do TCM, e o filho do ex-vereador Luiz Fernando Abidu.

-Publicidade-

O menino de 4 anos morreu no dia 8 de março e, de acordo com a denúncia, foi vítima de torturas realizadas pelo padrasto e ex-vereador Jairo Souza dos Santos Júnior, o Dr. Jairinho. A mãe do menino, Monique Medeiros, também irá responder por homicídio triplamente qualificado, tortura e coação de testemunha.

Monique Medeiros e Jairinho são acusados de assassinar o menino
Monique Medeiros e Jairinho são acusados de assassinar o menino (Foto: Reprodução/TV Record)

A audiência de instrução e julgamento presidida pela juíza Elizabeth Machado Louro teve início no dia 6 de outubro com o depoimento de dez testemunhas de acusação durante mais de 14 horas de audiência. Na ocasião, duas testemunhas faltaram à audiência e o promotor de Justiça, Fábio Vieira dos Santos, insistiu em suas oitivas, assim como as defesas de Jairinho e Monique.

Após os depoimentos da empregada e da cabeleleira, as testemunhas de defesa convocadas pelas defesas de Jairinho e Monique Medeiros devem começar a ser ouvidas. Por serem muitos depoimentos, a audiência continua na quarta-feira (15), para conferir a defesa dos dois réus é só clicar aqui!