Caso Madeleine McCann faz 15 anos: relembre o desaparecimento e veja o que se sabe até o momento

Hoje, dia 03 de maio, fez 15 anos do desaparecimento de Madeleine McCann. A garota desapareceu em 2007, e, só esse ano que foi formalmente indiciado o principal suspeito do caso

Resumo da Notícia

  • O Caso Madeleine fez 15 anos hoje, dia 03 de maio
  • O pedófilo alemão foi indiciado como o principal suspeito do caso
  • Autoridades investigam outros crimes do indiciado, como estupro, pedofilia e assassinato

O desaparecimento da menina britânica, Madeleine McCann, está completando 15 anos hoje, dia 03 de maio. Durante esse tempo, muitas reviravoltas aconteceram no caso, mas a mais recente foi a identificação, pelas autoridades portuguesas, do potencial suspeito, o pedófilo alemão Christian B.

-Publicidade-

O crime aconteceu em resort de Algarve, Portugal, no ano de 2007, mas o principal suspeito só foi identificado em 2020 e só agora foi formalmente indiciado pelas autoridades portuguesas. Christian possui condenações por tráfico de drogas e atualmente está detido na prisão de segurança máxima de Oldenburg, no norte da Alemanha, pelo crime de estupro de uma senhora americana de 72 anos, na praia da Luz, mesma região que Madeleine desapareceu.

Caso Madeleine McCann: 15 anos do desaparecimento da menina britânica
Caso Madeleine McCann: 15 anos do desaparecimento da menina britânica (Foto: Reprodução)

Documentos judiciais acessados pela agência de notícias britânica, Reuterns, apontam que Christian morava em uma cabana alugada, entre 1995 e 2007, nos arredores da praia da Luz. Ele cometia crimes da falsificação de passaportes e assaltos de hotéis.

Ele possui outras condenações por abuso sexual contra crianças e desde que foi indiciado, as autoridades alemãs e portuguesas passaram a investigar diversos crimes, das mesmas características:

  • Desaparecimento de Inga Gehnricke, de 5 anos, em uma floresta de Stendal, a oeste de Berlim (Alemanha), em 2015
  • Desaparecimento do garoto René Hasse, de 6 anos, no Algarve, em 1996
  • Desaparecimento de Joana Cipriano, de 8 anos, na vila de Figueira, perto da praia da Luz, no Algarve, em 2004
  • Desaparecimento do menino português Jair Soares, 7 anos, em uma praia da Holanda, em 1995
  • Assassinato de Carola Titze, alemã de 16 anos encontrada morta na Bélgica com o corpo mutilado, em 1996
  • Morte de um menino de 13 anos, em Frankfurt, em 1998
  • Agressão sexual a uma menina de 10 anos na região do Algarve, em 2007, semanas antes do desaparecimento de Madeleine
  • Estupro de uma menina irlandesa, em 2004, no Algarve

Christian nega qualquer envolvimento no caso de Madeleine. Friedrich Fülscher, advogado do suspeito, comentou para o jornal alemão Bild: “Sem conhecer detalhadamente a situação jurídica portuguesa, assumo que esta medida é um truque processual para evitar a prescrição iminente em poucos dias”.

Caso Madeleine McCann: 15 anos do desaparecimento da menina britânica
Caso Madeleine McCann: 15 anos do desaparecimento da menina britânica (Foto: reprodução / The Sun)

Embora não tenham encontrado algum corpo, o Ministério Público de Portugal afirmou em comunicado que a medida de indiciar o suspeito foi motivada pelos “fortes indícios” do envolvimento do crime, e não pela data de 15 anos do caso. Pela lei portuguesa, não seria possível declarar alguém como suspeito depois desse tempo.

Em entrevista para BBC, o ex-policial que liderou uma revisão do caso em 2010, Jim Gamble, Christian tinha um telefone que mostrou que ele estava no local, num intervalo de 30 minutos, onde a menina Madeleine, na época com 3 anos, desapareceu. De acordo com a imprensa alemã, investigadores encontraram escondido alguns trajes de banho infantis no trailer dele e vários dispositivos USB com imagens de pedofilia, incluindo fotos com ele.