Caso Rafael Miguel: filha de Paulo Cupertino de pronúncia sobre prisão do pai

Isabela Tibcherani falou nas redes sobre a prisão do pai. Ela era namorada de Rafael Miguel, que foi morto pelo sogro, Paulo Cupertino

Resumo da Notícia

  • Isabela Tibcherani se pronunciou sobre prisão do pai
  • Ela era a até então, namorada do ator Rafael Miguel, o paçoca em Chiquititas
  • Após 3 anos de procura, Paulo Cupertino foi preso em São Paulo

Isabela Tibcherani se pronunciou sobre o caso de Paulo Cupertino, preso por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil, após matar o ator e namorado da filha, Rafael Miguel, e os pais dele. Ela é a filha do autor do crime.

-Publicidade-

Ela usou as redes para compartilhar o pensamento sobre a prisão do pai. “Fui informada do ocorrido. Não consigo falar muito a respeito agora, mas quero agradecer todas as mensagens e todo o apoio. É uma mistura grande de sentimentos e agora preciso de espaço. Grata.” escreveu Isabela.

O ator, Rafael Miguel, e os pais
O ator, Rafael Miguel, e os pais (Foto: Reprodução/ Redes sociais)

“Quaisquer informações e depoimentos necessários podem ser tratados diretamente com meus advogados. Não estou com disponibilidade nem condições de falar” disse.

Entenda o caso

O acusado pela morte do ator Rafael Miguel e dos pais dele, Paulo Cupertino, foi preso nesta segunda-feira, 15 de maio, em São Paulo. O crime aconteceu no dia 9 de junho de 2019 e desde então o processo estava acontecendo.

Os policiais da 6ª Seccional fizeram a prisão de Paulo e encaminharam ele para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo. Conforme declaração do delegado do caso, os policiais receberam a informação que Paulo estava na capital e então, foram a procura.

Paulo Cupertino era o primeiro nome da lista dos criminosos mais procurados e perigosos de São Paulo. Ele estava incluído na Difusão vermelha de Interpol. Segundo o Ministério Público, o empresário matou a família pois não aceitou o namoro entre o ator e a filha, Isabela Tibcherani.

O ator e os pais dele foram mortos pelo pai da namorada dele (foto: reprodução/ Polícia Civil)

Os vídeos gravados pelas câmeras de segurança do local mostram Cupertino atirando no ator, Rafael, que tinha 22 anos, e depois, nos pais do ator, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e a mãe dele, Miriam Selma Miguel.

Paulo Cupertino foi acusado por triplo homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Ele nunca chamou um advogado para defender ele. Além de Cupertino, dois amigos dele também são réus por terem acobertado e ajudado o assassino a fugir.

Os assassinatos aconteceram na frente da própria casa onde a garota morava com a mãe, no bairro da Pedreira, Zona Sul de São Paulo. O empresário fugiu após matar os 3 e Isabela e a mãe não se feriram.