Caso raro: bebê nasce com dois dentes e chama atenção de médicos em Minas Gerais

Bebê nasceu com dois dentes e chamou atenção de médicos e especialistas pelo caso raro

Resumo da Notícia

  • Criança nasce com dois dentes no hospital em Minas Gerais
  • Todos que estavam no hospital queriam ver o bebê que foi um caso raro
  • A cada duas mil crianças, uma nasce com somente um dente

Uma bebê que nasceu no último domingo, 17 de abril, no leste de Minas Gerais em Governador Valadares, chamou atenção dos médicos. Vários registros feitos pela família mostram a criança de 3,5kg  que já nasceu com dois pontinhos brancos na gengiva inferior.

-Publicidade-

A bebê, Emanuelle virou uma ‘atração’ no Hospital Municipal. Todos que estavam lá queriam ver os dentes da criança. A mãe da menina, Vitória Stefane Ramires, já tem um filho de dois anos. Ela contou que levou um susto após o parto, quando viu que a filha já tinha dentes.

“O médico falou comigo: ‘olha, mãe, [ela] já tem dois dentes. Tá bom para comer carne’. Eu não acreditei, né? Fui e entreguei para minha irmã. A minha irmã estava em uma chamada de vídeo com o meu pai para mostrar ela [Emanuelle]. Aí, ela chorou. Assim que ela abriu a boca, a minha irmã olhou para mim assustada [e disse]: ‘Vitória, tem dois dentes’. Aí, ela me mostrou os dentes e fiquei impressionada” relatou a mãe.

Emanuelle já nasceu com 2 dentes
Emanuelle já nasceu com 2 dentes (Foto: Reprodução/ G1 MGTV)

A cada dois mil bebês que nascem no Brasil, um nasce com dente. No entanto, Emanuelle nasceu com dois, sendo mais raro ainda. “É uma condição um pouco mais rara. É um nascimento com dente a cada duas mil crianças nascidas. Aqui no [hospital] regional, nós temos um fluxo muito grande de partos, e eu presenciei pela segunda vez. Mas a equipe já presenciou algumas outras vezes esses nascimentos de crianças com dentinho”, falou a médica, Gabriela Alvim.

A médica finalizou dizendo que nesses casos, também há avaliações odontopediátricas, “Na alta [hospitalar], ela já vai para acompanhamento pediátrico e com a odontopediatra. Essa avaliação da odontopediatra inclui radiografia para poder saber se esse dente é extranumerário ou se é de leite mesmo. Se for um dente a mais, provavelmente tem que tirá-lo, que os outros vão nascer normalmente. Se for um dente de leite, a odontopediatra provavelmente vai acompanhar”.

“Ir mais cedo ao dentista, ter cuidado, pois o dente pode soltar e ela engolir. Então, vamos tomar os cuidados cabíveis com ela. Estou muito feliz” concluiu a mãe sobre a condição da filha.